BlogHoteis.com

O que fazer em São Paulo no Carnaval

Conhecida por ter um dos carnavais mais famosos e animados do Brasil, São Paulo atrai um grande número de turistas para aproveitar o melhor da folia e as boas opções de entretenimento que a capital oferece. Pensando nisso, separamos algumas dicas e sugestões do que fazer em São Paulo no Carnaval nos dias de folia.

As melhores opções para curtir São Paulo no Carnaval

Sem dúvida, o desfile das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi é uma das principais atrações da cidade durante a festa do Rei Momo. Embora seja uma festa televisionada, esse é o tipo de programação que você precisa conferir ao vivo e a cores (e quantas cores!), ao menos uma vez na vida.

As escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo desfilam na sexta e no sábado, dias 9 e 10 de fevereiro. No primeiro dia, confira a sequência de escolas que participam da folia: Independente, às 23h15; Unidos do Peruche, às 00h20; Tucuruvi, às 1h25; Mancha Verde, às 2h30; Tatuapé, às 3h35; Rosas de Ouro, às 4h40; e Tom Maior, às 5h45.

São Paulo no carnaval
As escolas de samba são a grande atração do carnaval

Já no segundo dia de desfiles, o público vai ser embalado pelas seguintes escolas: X-9 Paulistana, às 22h30; Império, às 23h35; Mocidade, às 00h40; Vai-Vai, às 1h45; Gaviões da Fiel, às 2h50; Dragões da Real, às 3h55; e, fechando a festa do Grupo Especial, a Vila Maria, às 5h.

O valor do ingresso para os desfiles do Grupo Especial varia de acordo com o setor e o tipo de lugar que o folião deseja. No setor A, por exemplo, o público está na cara da concentração das escolas. Aqui, os ingressos custam 100 reais, para arquibancadas, e 370 reais para cadeiras de pista. O setor B, por estar mais ao meio do Sambódromo e ter uma vista mais privilegiada, possui as entradas mais caras, custando 160 reais por pessoa, nas arquibancadas, e 550 reais nas cadeiras de pista. As opções mais baratas estão nos setores E e F, no final da avenida, e custam de 90 e 270 reais.

Os desfiles no Sambódromo começam com as escolas de samba do Grupo de Acesso, no domingo, 11 de fevereiro. Neste dia, desfilam na sequência: Barroca Zona Sul, Leandro de Itaquera, Nenê de Vila Matilde, Colorado do Brás, Camisa Verde e Branco, Águia de Ouro, Pérola Negra e Imperador do Ipiranga. A primeira escola começa a desfilar às 21 horas. Com um espaço de tempo de uma hora entre uma escola e outra, a última agremiação deve entrar na avenida às 4 da manhã. Os ingressos custam a partir de 30 reais.

Bora pro bloquinho?

Outra excelente opção para o Carnaval é aproveitar um ou vários bloquinhos de rua que se concentram em diversos pontos da capital. De acordo com a Prefeitura de São Paulo, são mais de 500 blocos, que desfilam entre os dias 9 e 13 de fevereiro. Para esse ano, são aguardadas mais de 2 milhões de pessoas.

Um dos blocos mais famosos e procurados da cidade é o Bloco da Ritaleena, que homenageia a cantora Rita Lee.

Aqui, a festa se destaca por mesclar marchinhas e músicas típicas do Carnaval com os sucessos da diva do rock, de uma maneira bem criativa e diferente. O bloco desfila no dia 3 de fevereiro, às 14 horas, saindo da rua Pinheiros. Já no dia 10 de fevereiro, a partir das 14 horas, a saída é pela praça do Monumento.

A alegria dos bloquinhos são as fantasias diferentes e os acessórios coloridos

Também é destaque o Carnaval do Baixo Augusta, que tem concentração entre as ruas Rego Freitas e a Consolação.

Com o tema “É proibido proibir”, a saída do bloco do Baixo Augusta rola a partir das 14 horas do dia 4 de fevereiro.

Super original, o bloco Amelie Pulando mistura o melhor das músicas carnavalescas com a francesa. Em uma menção clara ao filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, quem anima os foliões é a banda Quartier Latin. Com patrocínio da Air France, o bloco rola no dia 3 de fevereiro. A concentração tem início às 14 horas, na rua Vupabussu, em Pinheiros.

Uma super dica para economizar no Carnaval é garantir a sua fantasia em uma das inúmeras lojas da rua 25 de Março. Conhecida pela muvuca, suas proximidades ficam tomadas por fantasias, máscaras e adereços carnavalescos. Com pouca grana e muita originalidade, dá pra criar fantasias incríveis.

São Paulo no carnaval
A rua 25 de marça fica lotada para as compras de carnaval

Lugares para se hospedar em São Paulo durante a folia

Em uma cidade do tamanho da capital paulista, opções de hotéis não faltam. Com inúmeras alternativas, é bem possível que o turista fique perdido enquanto procura a melhor opção.

O Holiday Inn São Paulo Parque Anhembi é um hotel super bem localizado, próximo a lugares estratégicos como o Centro de Convenções Anhembi, o Expo Center Norte e o Sambódromo do Anhembi. Esse último está a apenas quatro minutos a pé de distância. Com estrutura 4 estrelas e mais de 700 quartos, o hotel oferece ainda serviço de translado local, Wi-Fi grátis, academia, ar-condicionado, estacionamento com manobrista, serviço de aluguel de carro, recepção 24 horas e business center.

Na região da Barra Funda, o Ibis São Paulo Expo é uma boa pedida para quem quer ficar próximo aos pontos turísticos como o Memorial da América Latina e a Sala São Paulo. Já o Sambódromo fica a pouco mais de 20 minutos de caminhada. Classificado como 3 estrelas, o hotel é super iluminado, com espaços comuns amplos e decoração moderna. Possui café da manhã disponível, estacionamento, ar-condicionado, serviço de lavanderia e Wi-Fi gratuito.

Também da rede Ibis, o Ibis Styles São Paulo Anhembi tem uma atmosfera mais jovem e colorida. Sua localização é privilegiada, perto do Parque da Juventude e do Shopping Center Norte. Para quem for curtir o Carnaval no Sambódromo, o estabelecimento fica a cerca de 30 minutos de caminhada. Oferece lavanderia, armazenamento de bagagens, ar-condicionado, business center, Wi-Fi e estacionamento com manobrista. É uma opção mais em conta de hospedagem.

Ficar próximo da Avenida Paulista é sempre bom. O H3 Paulista fica perto do Museu de Arte de São Paulo (MASP) e conta com decoração bem moderna e intimista em seus 70 quartos. Entre os destaques estão: equipe multilíngue, café da manhã, ar-condicionado, cortinas blackout, produtos de toalete, arrumação diária, business center e recepção 24 horas, armazenamento de bagagem e Wi-Fi grátis.

O La Residence é outra opção de hotel na Paulista, bem próximo ao MASP. Também fica perto do Parque Trianon e do Teatro Renaissance. Na categoria 2.5 estrelas e com decoração mais clássica, o hotel conta com piscina descoberta, cofre na recepção, academia, restaurante, arrumação diária, Wi-Fi grátis, business center, estacionamento com manobrista, secador de cabelo, produtos de toalete e cortinas blackout.

São Paulo no carnaval
A Avenida Paulista tem uma ótima localização para os foliões

Bem próximo da Pinacoteca do Estado, o Uotel Anhembi Expo oferece estrutura de apart-hotel. Um dos destaques da hospedagem por aqui é a cozinha americana, equipada com micro-ondas, panelas e utensílios doméstico. Ou seja, é uma boa opção para quem pretende economizar nas refeições. Também tem Wi-Fi, lavanderia, arrumação diária e ar-condicionado. O Sambódromo do Anhembi está a 27 minutos a pé.

Ultra luxuoso, o Maksoud Plaza Hotel Distributed by Accorhotels vai agradar até mesmo aos hóspedes mais exigentes. Situada na Bela Vista, a localização é um dos destaques do hotel, classificado na categoria 4.5 estrelas.

Daqui, é possível chegar facilmente a pontos turísticos como o Estádio do Pacaembu, Centro Cultural São Paulo e o próprio MASP. Dentre as comodidades do Maksoud Plaza estão: spa, piscina interna, café da manhã e estacionamento com manobrista. Com ambientes modernos e neutros, conta com 416 quartos para não fumantes.

Ainda mais luxuoso, o Tivoli Mofarrej São Paulo conta com acomodações bem espaçosas e requintadas, dignas de um hotel 5 estrelas. O hotel dispõe de dois restaurantes, spa com serviço completo, piscina descoberta, academia, business center, serviço de limusine ou transfer executivo, ar-condicionado, café da manhã disponível e Wi-Fi gratuito. Um super plus é a localização privilegiada na Alameda Santos, próximo da Avenida Paulista.

E por falar em excelente localização, o Soul Hostel atende bem quem deseja um lugar simples, mas de fácil acesso a outros pontos de interesse na cidade. Operando como um albergue, aqui o ambiente é mais descontraído e há uma ótima relação custo/benefício para o hóspede. Conta com terraço, equipe multilíngue, armazenamento de bagagens, café da manhã em estilo continental grátis, Wi-Fi disponível, arrumação diária e TV nas áreas comuns. Os quartos são mistos ou para apenas mulheres. O ponto turístico mais próximo é o Museu de Arte de São Paulo, a cerca de oito minutos a pé.

Mais uma opção para quem busca um lugar mais alternativo e não liga muito para privacidade é o Red Monkey Hostel. Esse hostel conta com lavanderia, equipe multilíngue, churrasqueiras, armazenamento de bagagem, assistência com excursões/ingressos, café da manhã continental grátis e Wi-Fi grátis. Há a possibilidade de se hospedar em quartos de casal ou em quartos femininos, masculinos e mistos, todos com ar-condicionado. É uma opção mais low profile para se hospedar perto da Sala São Paulo.

Gostou das dicas? Então, não perca tempo e reserve hotel pela Hoteis.com, pagando em até 12 vezes sem juros e sem taxas.

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com