BlogHoteis.com

Roteiro pela Serra Gaúcha

O Rio Grande do Sul é cheio de belezas e muito charme. As baixas temperaturas no inverno e até a neve encantam o restante do país, mas há muito mais para conhecer.

A natureza é rica e cheia de espécies únicas, enquanto a cultura é diversificada e unida a de várias etnias europeias. Com gastronomia deliciosa, muita aventura e opções para todos os gostos, a Serra Gaúcha é um ótimo destino para as suas próximas férias.

Quer saber onde ir? Confira o nosso roteiro com muitas dicas para você curtir férias inesquecíveis.

Aproveite a oportunidade e reserve aqui o seu hotel, pagando parcelado em até 12 vezes sem juros e sem IOF.

Porto Alegre
Finalmente, Rio Grande do Sul! Uma vez que você chegou ao estado, nada melhor e mais prático do que começar o roteiro explorando Porto Alegre. A capital da cidade traz grandes belezas e também muita história para contar.

Tudo começou por volta do século 18, a partir de uma colônia de imigrantes de Açores. Em 1772, a Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais foi oficialmente formada e passou a ser capital da capitania no ano seguinte.
No século 19, recebeu uma grande quantidade de imigrantes, os quais ajudaram a formar a cidade plural e cheia de cultura que é hoje. Centro dos pampas gaúchos, não faltam belezas para observar no lugar.

Para começar o seu roteiro pela Serra Gaúcha, a capital é uma ótima base para fazer toda a sua viagem. Reserve seu hotel em Porto Alegre em até 12 vezes sem juros e sem cobrança de IOF.

 

Bem acessível, está o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS. Criado e mantido pela Universidade Federal da capital, apresenta experiências divertidas para todas as idades, exposições interativas, shows e muito mais.

Existente desde 1998, funciona durante todo o ano. Fica aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos finais de semana, das 10h às 18h.

Enquanto isso, o Parque Farroupilha é uma das atrações tradicionais da capital. São mais de 370 mil m² que compõem o parque preferido dos moradores e de muitos turistas. Conhecido como Parque da Redenção, é repleto de árvores nativas. Possui um portal de concreto característico e ainda recebe uma feira aos domingos. Fica aberto 24
horas, todos os dias da semana.

Também não deixe de conhecer a rua Gonçalo de Carvalho. Localizada no bairro Independência, é considerada a rua mais bonita do estado, uma vez que forma um imenso corredor verde bem no coração da cidade.

Gramado
Continuando o passeio pela Serra Gaúcha, é hora de seguir para Gramado. A cidade fica a 100 km de Porto Alegre, a menos de duas horas de carro.

Gramado é a cidade mais visitada pelos turistas na Serra Gaúcha

A história desse município com ar e charme europeu tem início em 1873. Foi nesse ano que começou a colonização de imigrantes portugueses, alemães e italianos. Eles já estavam em terras gaúchas quando chegaram a essa área ainda inexplorada.

Em 1904, Gramado tornou-se distrito de Taquara e recebeu o nome que tem hoje por volta de 1913. A independência, entretanto, demorou a chegar. Foi somente em 1954 que o município foi criado, trazendo todas as belezas da mistura entre europeus e gaúchos.

Quando estiver por lá, não deixe de conhecer o Lago Negro. Com seis metros de profundidade máxima, o lago artificial tem águas em tom verde-escuro, pedalinhos e uma incrível floresta. Esse parque fica aberto 24 horas, mas os pedalinhos só podem ser usados das 8h30 às 18h, a qualquer dia da semana.

Já o Mini Mundo é uma atração diferenciada, uma vez que apresenta tudo em miniatura. Algumas cidades aparecem mais de 20 vezes diminuídas, sem deixar de apresentar uma grande riqueza de detalhes. Criado em 1893, atrai o interesse de crianças e adultos, oferecendo um passeio único. Fica aberto diariamente, das 9h15 às 17h.

E que tal aproveitar Gramado com o cheiro inebriante da lavanda? Para isso, vá ao Le Jardin Parque de Lavanda. Inaugurado em 2006, esse lugar traz diversas espécies de lavanda em uma paisagem bucólica. Além de conhecer as estufas e as plantações, há ainda uma loja temática e um delicioso café com sabores tradicionais. Pode ser visitado de terça-feira a domingo, das 9h30 às 17h30.

Canela
Partindo de Gramado, Canela está a menos de 10 km de distância. Apesar de tão perto, o município oferece uma experiência incrível e, por isso, merece fazer parte do seu roteiro na Serra Gaúcha.

O primeiro morador proprietário de terra foi Joaquim da Silva Esteves, ainda em 1821. Porém, o desbravamento da cidade só aconteceu com intensidade a partir da década de 1910, quando uma ferrovia foi construída até Taquara, da qual se tornou distrito em 1926.

Em 1944, Canela ganhou a sua independência. Seu nome, que se mantém desde o princípio, vem de uma árvore que ficava próxima da praça central e que era um ponto marcante da região.

Depois de chegar ao município, não deixe de visitar a Catedral de Pedra ou Catedral Nossa Senhora de Lourdes. A bela estrutura apresenta estilo gótico, fachada de pedra e 12 sinos. É a mais importante da cidade e já foi considerada uma das maravilhas no Brasil. À noite, sua iluminação a deixa mais especialmente incrível. Seu interior pode ser visitado diariamente, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

Está em busca de um parque temático muito divertido? Então, visite o Parque Terra Mágica Florybal! Muito acessível, o lugar conta com área infantil, brinquedos, cinema 7D, teatros e muitas outras aventuras. Funciona diariamente, das 9h às 17h30.

Para aproveitar as belezas de Caracol, distrito de Canela e uma de suas maiores atrações, vá ao Parque Estadual do Caracol. O lugar conta com fauna e flora nativa, como as famosas araucárias. A Cascata do Caracol forma uma das paisagens mais incríveis do estado, com cerca de 130 metros de queda d’água. O funcionamento do parque é diário, das 9h às 17h30.

A Cascata do Caracol é uma das mais belas atrações de Canela

Bento Gonçalves
Partindo de Canela, pode-se percorrer 130 km até Bento Gonçalves, que é uma das mais famosas cidades gaúchas.

Assim como aconteceu com boa parte do Rio Grande do Sul, o município também foi formado, basicamente, por imigrantes. Os italianos que chegavam ali criaram a Colônia Dona Isabel, em 1870. O lugar começou a se destacar por ser um ponto de parada dos tropeiros e por ter um comércio em desenvolvimento.

Menos de dez anos depois, já possuía dezenas de prédios comerciais, tornando-se um distrito em 1890. Desde então, transformou-se em um excelente local de turismo e, principalmente, de produção de vinhos.

Inclusive, essa é uma das melhores atrações do lugar: conhecer as suas vinícolas. Depois de chegar na cidade, siga até o Vale dos Vinhedos para conhecer as plantações de uvas e provar das incríveis bebidas.

Também vale a pena fazer o roteiro conhecido como Caminhos de Pedras. São mais de 40 pontos de observação do patrimônio histórico, cultural e arquitetônico da região, além de garantir paradas em restaurantes deliciosos. Os passeios devem ser agendados, garantindo uma excelente experiência.

Aproveite e vá também até o Parque da Ovelha. Funcionando como uma fazenda, a sua criação de ovelhas é de alto nível. Para completar, há produtos artesanais e de excelente qualidade, que trazem todo o sabor do Rio Grande do Sul. Funciona às segundas-feiras, das 9h30 às 17h30, e de terça-feira a domingo, das 9h às 17h30.

Cambará do Sul
Para continuar o roteiro pela Serra Gaúcha, siga mais 190 km de viagem até Cambará do Sul, o que é possível fazer em menos de três horas. Chegando nessa cidade, não faltarão atrações naturais, uma vez que esse é o centro dos parques nacionais gaúchos.

Cambará do Sul reúne alguns dos mais belos parques nacionais do Brasil

A história de povoação começou em 1864, quando 20 hectares de terra foram doados. Mas, muito antes disso, a terra já era ocupada por portugueses, principalmente. Em 1902, Cambará do Sul passou a ser distrito de São Francisco de Paula. Foi somente em 1963 que se tornou independente. Com formação rochosa única, é o destino ideal para quem busca aventura.

O Parque Nacional de Aparados da Serra tem cerca de 100 km² de proteção à natureza, além de contar com algumas das formações mais incríveis do estado. Sua principal atração é o Cânion Itaimbezinho, com aproximadamente 700 metros e diversas trilhas ao seu redor. A Cascata das Andorinhas, com 300 metros, é outro ponto de interesse. Fica aberto de terça-feira a domingo, das 8h às 17h.

O Parque Nacional da Serra Geral é outra grande atração de Cambará do Sul, com uma grande área de proteção de Mata Atlântica. O Cânion Fortaleza tem até 900 metros de altura em certos pontos, além de várias quedas d’água.

Também não faltam trilhas que oferecem uma vista incrível do melhor da Serra Gaúcha. Funciona diariamente, das 8h às 17h.

Para completar, faça a trilha Passo da Ilha, que garante a travessia de veículos esportivos pela parte baixa das cachoeiras, além de apresentar conjuntos incríveis e refrescantes de quedas d’água. Não esqueça de fazer esse passeio com um guia credenciado para garantir a sua segurança e fechar com chave de ouro a sua viagem.

Ao passar por todas essas cidades, você poderá aproveitar as melhores e mais incríveis atrações da Serra Gaúcha.

Gostou das nossas dicas? Conte para a gente nos comentários!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com