BlogHoteis.com

Conheça Samara, uma das 11 cidades sedes dos Jogos de 2018

Começamos aqui no blog uma série de posts sobre as cidades sedes do campeonato mais esperado em 2018 (confira o primeiro post aqui). Hoje desembarcamos em Samara para mostrar os principais pontos turísticos da cidade, os melhores passeios e ainda dicas de como se virar em sua viagem pela Rússia.

Samara
Vista da cidade de Samara e o Rio Volga

Sendo construída especialmente para o mundial, a Samara Arena está localizada próxima a uma zona residencial. Com capacidade para quase 45 mil torcedores, o que mais chama a atenção no projeto é o seu design inspirado no espaço, em uma homenagem à tradição russa nessa área.

A Samara Arena vai receber jogos importantes: quatro na fase de grupos, um das oitavas de final e outro das quartas. Após a competição, o estádio vai receber os jogos do Krylya Sovetov.

A abertura do campeonato será realizada no dia 14 de junho e a final, no dia 15 de julho, ambas com o início previsto para às 12h no horário de Brasília.

Já acertou a sua hospedagem em Samara e nas outras cidades sedes da Copa? Não espere até os 45 minutos do segundo tempo para reservar os melhores hotéis com pagamento facilitado em até 12 vezes sem juros e sem IOF.

Utilize os nossos cupons de desconto para assistir aos jogos na Rússia. Melhor do que isso, só assistir de perto a seleção brasileira ganhar a hexa, né?

Pontos turísticos de Samara

Samara não possui muitas atrações turísticas, como as principais cidades sedes russas. Uma excelente dica por aqui é fazer um passeio pelo rio Volga para conhecer as melhores paisagens da região. Ou também visitar um dos bunkers secretos de Josef Stalin, em uma viagem de trem de quase um dia.

Samara foi rebatizada de Kuibyshev durante a Segunda Guerra Mundial e funcionou como uma segunda capital da União Soviética. Foi aqui que ficaram escondidos membros do governo russo e delegações diplomáticas de países estrangeiros quando Moscou sofreu uma ameaça nazista.

Um dos pontos de interesse de Samara é um templo dedicado a São Jorge, com arquitetura característica do Leste Europeu. É uma das mais belas igrejas da cidade, localizada em um morro. O templo foi construído no ano 2000 em homenagem aos veteranos de guerra e, por isso, recebeu o nome de São Jorge, que na Rússia representa vitória.

Samara
Templo de São Jorge, Samara, Russia

A cidade é mais um centro industrial e de transporte do que um balneário turístico. Ela abriga uma das principais instituições de Engenharia da Rússia, a Universidade Estadual Aeroespacial de Samara, que ajudou a impulsionar um programa espacial (lembra que a Rússia foi o primeiro país a levar um homem para o espaço?). Daí vem a inspiração do design da Samara Arena, que vimos no início desse post.

Para quem é apaixonado pelo espaço, visitar o Museu da História Espacial de Samara é parada obrigatória. Você vai ter a chance de conhecer de perto o uniforme espacial, réplicas de naves, motores, etc. Logo na entrada, os visitantes são surpreendidos por um verdadeiro foguete Soyuz. O museu funciona diariamente, exceto às segundas-feiras e toda primeira terça-feira do mês. A estação de metrô Rossiyskaya fica bem ao lado do museu.

Samara
Foguete Soyuz, Samara Russia

Já se você gosta de história, não pode deixar de visitar a casa em que a família de Vladimir Ilyich Ulyanov, mais conhecido como Lênin, morou. Localizado no centro histórico (na rua Ulitsa Leninskaya, número 131), o casarão se transformou em museu. Funciona diariamente, exceto aos domingos e toda segunda quarta-feira do mês.

O que provar na culinária local

Não deixe de experimentar alguns dos produtos mais característicos de Samara: vodca, chocolate e cerveja. Há ainda outras bebidas bem populares por aqui, como a cerveja báltica e uma outra produzida com água, mel e levedura. Para quem não quiser beber álcool, a dica é provar o Kvass, uma espécie de refrigerante à base de trigo.

Como as porções dos pratos dos restaurantes da Rússia costumam ser menores do que a que estamos acostumados no Brasil, você pode preferir seguir direto para o McDonald’s mais próximo. Uma refeição com o combo formado por sanduíche, batata frita e refrigerante sai por 350 rublos (cerca de R$ 20).

A Rússia também oferece uma enorme variedade de saladas e de sopas. A Borsch, por exemplo, é uma sopa preparada com beterraba e servida com nata (creme de leite) e batatas cozidas, ou ainda kasha, uma papa de cereais.

Como se locomover em Samara

É possível se locomover facilmente pela cidade usando qualquer um dos seus meios de transporte: metrô, ônibus, bonde, ônibus elétrico e barco. A cidade possui estações de metrô que podem ser identificadas ao lado de placas com uma letra M vermelha (assim como nas demais cidades russas).

Para comprar o seu bilhete, procure a palavra kacca, que sinaliza o local para realizar a compra. Há opções de caixas de autoatendimento ou a tradicional compra realizada por um atendente. Boa parte das estações tem um centro de informações com atendentes que falam inglês ao lado das kaccas. Caso isso não aconteça, basta sinalizar o número de bilhetes que você deseja com as mãos. As instruções são feitas em russo e em inglês em cada estação por alto-falantes.

Para pegar táxis, prefira usar aplicativos como Uber, Yandex Taxi e o RuTaxi. Em aeroportos, é melhor procurar os guichês oficiais e evitar os motoristas que abordam os turistas no local do desembarque. Já para quem pode gastar mais, o melhor é alugar um carro com motorista ainda no aeroporto de Samara para não se arriscar por aí sem falar uma palavra em russo.

A melhor dica é ficar hospedado nos bairros Zheleznodorozhnyy Rayon ou Leninskyy Rayon, às margens do rio Volga. Essa é uma região com muitas opções de hotéis, bares, restaurantes e de passeios.

Rússia: moeda local

A moeda oficial é o rublo, que é dividido em 100 kopeks. Os estabelecimentos comerciais costumam aceitar a maioria dos cartões de crédito internacionais. Casas de câmbio e caixas eletrônicos podem ser encontrados nos aeroportos e nos principais pontos turísticos da cidade.

Como se virar na língua russa

Em geral, os russos não falam inglês. Portanto, você vai precisar saber algumas palavras no idioma local ou frases ensaiadas para não passar aperto. Mímica também está valendo.

Uma excelente dica é utilizar o Google Translate durante toda a sua viagem pela Rússia. Uma nova função do programa é capaz de traduzir placas e cardápios usando a câmera do celular para reconhecer os caracteres em russo.

A atualização já está disponível para celulares com sistemas Android e iOS.

É bom comprar um chip russo para usar durante a estada no país para conseguir utilizar os aplicativos locais, que pedem a confirmação através de SMS. O chip pode ser comprado nas três principais companhias telefônicas da Rússia: MTS, Beeline e Megafon, que vendem chip SIM Card com 3G de internet e com 400/500 minutos de ligações locais.

É preciso de visto para entrar na Rússia?

Os brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia. Cidadãos brasileiros com passaportes válidos podem permanecer no país desde que a soma de todos os dias de estada na Rússia não ultrapasse 90 dias a cada período de 180 dias, a contar da primeira entrada no país.

Mas, atenção: as autoridades locais podem exigir alguns documentos na hora do desembarque, como os comprovantes de hotel, passagem de volta/ou para o próximo destino.

O que levar na viagem

É verão na Rússia de junho a agosto, com dias mais chuvosos e curtos. Durante a Copa do Mundo 2018, a temperatura vai variar em torno dos 20°C em Samara.

Portanto, leve roupas para as duas estações, principalmente se você vai viajar também para outras partes do país. Não esqueça do protetor solar, de óculos de sol, de um chapéu e de repelente. Um par de tênis confortável também deve entrar na sua lista.

Como chegar em Samara

Como não há oferta de voos diretos do Brasil para a Rússia, o melhor jeito de chegar é pegar uma conexão pela Europa até Moscou. De lá, você pode seguir para Samara de avião ou de trem, em uma viagem de 17 horas.

A principal porta de entrada é o Aeroporto Internacional de Kurumoch, uma cidade vizinha localizada a 42 km de Samara. Como na maioria dos aeroportos russos, o trajeto entre o terminal e o centro da cidade pode ser realizado de trem expresso, ônibus ou carro.

Gostou das nossas dicas de Samara? Aproveite para marcar nos comentários a galera que vai acompanhar você nessa viagem!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com