BlogHoteis.com

Conheça São Petersburgo, uma das cidades que receberá os Jogos de Futebol de 2018

Como você já deve saber, começamos aqui no blog uma série de posts sobre as cidades que receberão os jogos mais esperados pelo mundo todo em 2018. Escolhida para abrigar a final da Copa das Confederações, São Petersburgo possui o segundo maior estádio em termos de capacidade do Mundial, com 68.134 lugares.

Inaugurada em abril de 2017, a Arena Zenit demorou dez anos para ficar pronta e custou 43 bilhões de rublos (R$ 2,4 bilhões). É uma das arenas mais modernas do mundo. Possui formato de disco voador com teto retrátil, campo móvel e muitas outras funcionalidades mega modernas.

São Petersburgo

O estádio vai receber a disputa de terceiro lugar e uma das semifinais, além de um jogo das oitavas e quatro da fase de grupos.

A abertura do campeonato será realizada no dia 14 de junho e a final, no dia 15 de julho, ambas com o início previsto para às 18h no horário de Moscou (às 12h no horário de Brasília).

Bem, o papo está bom, mas já chega de falar só sobre futebol. A Hoteis.com desembarca hoje em São Petersburgo para mostrar os principais pontos turísticos da cidade, o que fazer entre os intervalos dos jogos e como se virar em um dos países mais enigmáticos do mundo.

Ah, se você ainda não garantiu a sua hospedagem não espere até os 45 minutos do segundo tempo para reservar. Confira a seleção de hotéis que separamos para você com pagamento facilitado em até 12 vezes sem juros e sem IOF. Utilize os nossos cupons de desconto para assistir aos jogos na Rússia. Melhor do que isso, só assistir de pertinho a seleção brasileira ganhar o hexa, né?

Pontos turísticos de São Petersburgo

Apelidada de “Veneza do Norte”, São Petersburgo também é conhecida como a capital dos czares. A cidade, que foi erguida no século 18 graças a um projeto urbanístico do Czar Pedro, o Grande, tem diversos canais e mais de 400 pontes para você explorar.

Quem curte atrações culturais, não pode ir a São Petersburgo e deixar de conhecer o Museu Hermitage, considerado um dos melhores museus do mundo. Localizado às margens do rio Neva, ele possui um impressionante acervo de 3 milhões de peças de arte. Isso mesmo que você leu!

São Petersburgo

O museu em si já é uma atração à parte, com belíssimos ambientes palacianos. O complexo é composto por cinco edifícios, como o majestoso Palácio de Inverno, construído na então capital da Rússia, em 1754, e que serviu de residência oficial dos czares por 150 anos, incluindo Catarina, a Grande, e a família Romanov (aquela da princesa Anastácia), além de ter funcionado como quartel general dos Bolcheviques durante a Revolução Russa, em 1917.
Saindo do Museu Hermitage, visite também a Praça do Palácio, a Coluna de Alexandre e o Arco do Triunfo.

Um dos cartões-postais da cidade é a Igreja do Salvador do Sangue Derramado, com uma arquitetura semelhante à da Catedral de São Basílio, de Moscou, com cúpulas coloridas e um interior decorado com 7 mil m² de mosaicos. Foi construída entre os anos de 1883 e 1907, no exato lugar onde o imperador Alexandre II foi assassinado.

São Petersburgo

Outro lugar imperdível em São Petersburgo é a Catedral de Kazan, com a sua imponente colunata em formato de meia-lua com 110 metros de extensão, sem contar com a cúpula de 80 metros de altura. Um espetáculo! Não deixe de tirar várias fotos para deixar “as amigas” aqui do Brasil morrendo de inveja de você.

O que provar na Rússia

Você sabia que o estrogonofe surgiu na Rússia? Isso mesmo! O estrogonofe de carne foi criado no século 19 e, originalmente, era servido com purê de batatas e picles em conserva. Portanto, não deixe de provar o famoso strogonoff russo. Logicamente que o sabor não é o mesmo que conhecemos no Brasil, mas a nossa equipe garante que também é gostoso!

Claro que você também não pode voltar para casa sem provar a tradicional e legítima vodka russa (se você tiver mais de 18 anos, lógico). A bebida é facilmente encontrada em bares e restaurantes em todo o país.

São Petersburgo: como se locomover pela cidade

Para a sorte dos turistas, boa parte das atrações de São Petersburgo fica próxima a estações do metrô. E melhor ainda: todas as estações da cidade têm placas em inglês, o que facilita e muito a vida dos viajantes, né? Mas, fique atento: uma única estação pode servir a mais de uma linha. No total, são cinco linhas de metrô, que funcionam diariamente, das 6h às 0h.

Para se locomover de metrô, você deve comprar as fichas (chamadas de zhetoni) nos caixas identificados com a palavra Kassa. Uma única viagem custa 28 rublos. Você também pode comprar um cartão de plástico, que dá direito a um número maior de viagens.

É bem legal também pegar uma marshrutka durante a sua estada em São Petersburgo. Trata-se de um mini ônibus/van que também sai mais em conta do que os táxis por aqui. O preço está fixado na frente do veículo.

Uma excelente dica para economizar é adquirir o Saint Petersburg Card, que dá direito a entrada em 40 museus e 20 tours, além de descontos em restaurantes, cafés e acesso ao transporte público. São oferecidas opções de cartões de dois, três ou cinco dias. Para mais informações, clique aqui.

Por outro lado, para quem tem dinheiro extra para gastar, o mais prático é alugar um carro com motorista para não se arriscar de ficar perdido em um lugar estranho onde todo mundo só fala russo.

Rússia: moeda local

A moeda oficial por aqui é o rublo, que é dividido em 100 kopeks. Os grandes estabelecimentos comerciais aceitam a maioria dos cartões de crédito internacionais. Mas, a dica é levar uma quantia razoável de dinheiro para não chegar sem grana no país. Casas de câmbio e caixas eletrônicos podem ser encontrados facilmente nos aeroportos e nos pontos turísticos da cidade.

Como se virar na língua russa

Os russos, em geral, não falam inglês. Por isso, saber se virar para falar algumas palavras na língua local é fundamental. Aliás, uma dica básica para qualquer viagem é saber se comunicar com algumas palavras básicas no idioma do destino visitado.

Saiba que frases ensaiadas quebram o maior galho na hora do aperto. Uma ótima dica é buscar a ajuda do Google Translate. Uma nova função do programa é capaz de traduzir placas e cardápios usando a câmera do celular para reconhecer os caracteres. A atualização já está disponível para celulares com sistema Android e iOS.

Não esqueça de comprar no destino um chip de telefone para usar 3G local. O chip pode ser adquirido nas três principais companhias telefônicas da Rússia: MTS, Beeline e Megafon, que vendem chip SIM Card com 3G de internet e com 400/500 minutos de ligações locais.

Brasileiros precisam de visto para entrar na Rússia?

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia. Um acordo entre os dois governos prevê a permanência e o trânsito de cidadãos brasileiros portadores de passaportes válidos, com livre entrada e saída do país, múltiplas vezes, desde que a soma de todos os dias de estada na Rússia não ultrapasse 90 dias a cada período de 180 dias, a contar da primeira entrada no país.

Entretanto, isso não quer dizer que na hora do desembarque as autoridades locais não possam exigir de você alguns documentos, como os comprovantes de hotel, passagem de volta/ou do próximo destino.

O que levar na bagagem

De junho a agosto, é verão na Rússia, com dias mais chuvosos e curtos. A temperatura é mais suave para os parâmetros russos: entre 15 e 25 ºC. Mesmo assim, não esqueça de levar casaco. Um par de tênis confortável também deve entrar na lista. Leve ainda roupas leves, mas saiba que não é permitido entrar de short em diversos pontos turísticos do país. Não esqueça do protetor solar e do repelente.

São Petersburgo: como chegar

Como não há oferta de voos diretos do Brasil para São Petersburgo, o melhor jeito de chegar é pegar uma conexão pela Europa. Há diversas companhias aéreas que oferecem voos para o destino.

Uma opção interessante se você já estiver na Rússia ou em determinadas cidades da Europa e quiser seguir viagem para São Petersburgo é pegar um trem. Para facilitar a sua vida, acesse o site da Russian Trains, que está escrito em português, para ficar por dentro das opções de compra de tíquetes, distância e valores.

Gostou das nossas dicas de São Petersburgo? Então, não deixe de marcar aqui quem vai acompanhar você nessa viagem inesquecível!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com