BlogHoteis.com

Visite 5 castelos de verdade pelo mundo e sinta-se dentro de um conto de fadas!

Os castelos exercem um fascínio inegável nas pessoas e são frequentemente utilizados como cenários de histórias românticas e épicas. Essas construções incrivelmente imponentes podem ser encontradas espalhadas em todo o mundo, muitas delas abertas para a visitação e até para receber festas de casamento.

Nesse post, separamos 5 castelos de verdade localizados na Europa e na Ásia em que você pode conhecer, nem que seja pelo lado de fora, e se sentir dentro de um conto de fadas.

Está sem muita grana para viajar agora? Aproveite que a Hoteis.com parcela a sua hospedagem em até 12 vezes sem juros e sem IOF e ainda oferece os melhores preços do mercado.

1. Castelo de Neuschwanstein
Já imaginou conhecer o castelo que serviu de inspiração para os castelos da Cinderela e da Bela Adormecida, dos estúdios Disney? Esse incrível palácio fica na Alemanha, próximo das cidades de Hohenschwangau e Füssen, na Baviera, a 120 km de Munique, perto da fronteira com a Áustria.

Os Castelos da Cinderela e da Bela Adormecida foram inspirados no Castelo de Neuschwanstein, da Alemanha.

O Castelo de Neuschwanstein foi construído na segunda metade do século 19 e idealizado Luís II, que se inspirou na obra do compositor Richard Wagner, que era seu amigo. Esse ponto turístico é considerado um dos cartões-postais do país.

A cada ano, em média, 1,3 milhões de turistas visitam o castelo, mas as fotos são permitidas somente do lado de fora. Cada ala foi desenhada com um cenário diferente. Catorze salas foram finalizadas antes da morte de Luís II, como o salão dos cantores e o salão do Santo Graal.

A sala do trono também é muito elogiada pelos visitantes pela sua imponência. Com dois andares e 15 metros de altura, ela possui um candeeiro com pedras preciosas incrustadas e uma pintura de Jesus com os doze apóstolos na parede ao redor do pedestal do trono.

O lugar ainda conta com uma suíte principal, cozinha, alojamento para os criados, oratório, gabinete e sala de jantar. Atualmente, também funciona uma cafeteria no local para atender aos turistas.

2. Castelo de Edimburgo
O Castelo de Edimburgo é um dos cartões-postais da Escócia e a segunda atração turística mais visitada do país, recebendo anualmente cerca de um milhão de visitantes.

O Castelo de Edimburgo é um dos cartões-postais da Escócia e a segunda atração turística mais visitada do país.

Foi construído sobre a colina de Castle Hill, o cume de um vulcão extinto há mais de 300 milhões de anos localizado no alto da cidade, mais precisamente em uma das extremidades de uma das mais belas ruas da Europa, a Royal Mile.

Há alguns indícios que apontam que no ano de 1093 já havia um castelo no local, mas foi no reinado de David I (1142-53) que o castelo se tornou uma fortaleza real.

Em seu interior há diversas atrações que permitem conhecer as transformações ocorridas ao longo dos séculos da história escocesa, como as joias da coroa, conhecidas como “Honours of Scotland”, compostas pela coroa, a espada do estado e o cetro, conservados em perfeitas condições como um dos conjuntos de objetos reais mais antigos do Cristianismo.

Na exposição permanente também é possível conhecer a “Pedra do Destino”, um símbolo muito valioso, sobre o qual eram coroados os reis escoceses. A pedra foi roubada pelo rei Eduardo I, da Inglaterra, em 1296, e permaneceu em Londres durante 700 anos. Em 1996, o valioso símbolo voltou para a Escócia.

O castelo também é conhecido por ser um dos lugares mais mal-assombrados da Escócia. Vai encarar? Ah, não esqueça da máquina fotográfica!

3. Castelo de Chantilly
O Castelo de Chantilly é um palácio localizado na cidade de Chantilly, ao norte da França, a apenas 25 minutos de caminhada de Paris. Construído em 1484, atualmente apenas a base das torres da construção permanece intacta e original daquela época, uma vez que as outras áreas foram submetidas a reformas ao longo dos anos.

O Castelo de Chantilly é um palácio localizado ao norte da França, a apenas 25 minutos de caminhada de Paris.

Considerado um palácio medieval, o lugar também é um museu e um grande parque de 115 hectares, com jardins semelhantes aos de Versailles, jardins ingleses e ilhas com templos dedicados à deusa Vênus.

Como museu, o castelo possui um acervo importantíssimo, sendo considerado o segundo museu francês de pinturas antigas, ficando atrás somente do Louvre.

O Castelo de Chantilly possui um acervo importantíssimo, considerado o segundo museu de pinturas antigas da França.

A estrutura histórica tem ligação sentimental com François Vatel, que aqui teria criado a receita culinária do creme chantilly. Aliás, o palácio possui dois restaurantes, que servem muitas delícias que levam a famosa iguaria.

A capela do castelo foi construída em 1882, com obras assinadas pelo arquiteto Honoré Daumet. O lugar foi escolhido para o badalado casamento do jogador de futebol Ronaldo com a modelo Daniella Cicarelli, em 2005.

Estima-se que, na época da celebração, o casal desembolsou cerca de 72 mil reais pelo aluguel do salão e da capela do castelo.

4. Castelo de Vallo
O Castelo de Vallo fica localizado a 60 km de Copenhagen, na Dinamarca. A sua história é conhecida a partir do século 13, com a construção sendo finalizada em 1586. Em 1893, o castelo pegou fogo, mas as paredes exteriores resistiram e foram utilizadas na reconstrução, que terminou em 1904.

O Castelo de Vallo, apelidado como “castelo das encalhadas”, funciona como residência para mulheres solteiras, viúvas e divorciadas de descendência nobre.

A arquitetura renascentista da construção medieval é muito elegante e majestosa, com uma espécie de floresta ao seu redor, com muitos lagos, árvores e bancos de madeira.

Apelidado como o “castelo das encalhadas”, o local funciona hoje como residência para mulheres solteiras, viúvas e divorciadas de descendência nobre. Não é possível conhecer o lugar por dentro, apenas a área verde é aberta para a visitação pública de forma gratuita.

É possível acessar o castelo por uma longa estrada de cascalhos perto da pequena aldeia de Vallo, com poucas casas amarelas pelo caminho.

5. Castelo de Ankara
O Castelo de Ankara é um dos pontos turísticos mais antigos e visitados da capital da Turquia. A data exata de sua construção inicial é desconhecida. Entretanto, o castelo é frequentemente associado às eras romanas, bizantinas e seljugas, período em que a estrutura foi submetida a diversas reformas.

O Castelo de Ankara é um dos pontos turísticos mais antigos e visitados da capital da Turquia.

O castelo ocupa a totalidade de um pico, que tem uma bela vista para a cidade. O local conta com uma parede exterior equipada com 20 torres, construída como uma camada protetora. O ponto mais alto do castelo fica no canto sudeste. Uma das duas entradas tem um epitáfio que pertence ao império ilkhanate, enquanto a outra entrada da estrutura apresenta escritas pertencentes ao império seljuk.

Mesmo que a parede externa tenha sofrido danos ao longo do tempo, o próprio castelo sobreviveu intacto às muitas invasões ao longo dos anos. Existem hoje no complexo muitas casas construídas em diferentes períodos da história e que são ocupadas por lojas de souvenirs e restaurantes. A entrada é gratuita.

Gostou das nossas dicas? Então, não perca mais tempo e comece a planejar agora mesmo a sua viagem de contos de fadas.

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com