BlogHoteis.com
Canadá

Canadá deixa de exigir visto para brasileiros

O governo do Canadá decidiu facilitar a entrada de brasileiros no país. Em vez do visto tradicional, o viajante vai precisar somente solicitar a emissão de um eTA (Eletronic Travel Authorization), que significa uma autorização eletrônica para viajar. A nova medida entrou em vigor no dia 1º de maio de 2017.

Mas, atenção: o eTA somente poderá ser solicitado aos brasileiros que já tenham conseguido o visto canadense nos últimos dez anos ou que possuam o visto americano válido. Essas pessoas não precisarão solicitar novamente um visto canadense.

Todo o processo será simplificado e realizado pelo site do governo canadense. Bastará a solicitação de uma autorização pela internet e pagar uma pequena taxa de sete dólares canadenses. O perfil do viajante será analisado e, caso aprovado, será emitida a autorização, válida por cinco anos ou até que o passaporte expire.

Entretanto, o agente da imigração tem total autoridade e liberdade para definir a duração da autorização. Isso significa que, se o passaporte expirar antes de acabar a validade do eTA, será preciso emiti-lo novamente.

Canadá

A autorização permite que o turista viaje ao Canadá quantas vezes desejarem por curtos períodos (normalmente até seis meses por viagem) para fins profissionais, de estudo e de lazer.

Quem não atender aos critérios estabelecidos pelo governo canadense terá que solicitar o visto tradicional para entrar no país. O documento custa cerca de 100 dólares canadenses, além de mais 30 dólares canadenses de taxa.
Sem dúvida, essa nova medida vai facilitar a vida dos turistas e também dos empresários brasileiros, que costumam visitar o país para fazer negócios ou que pretendem visitá-lo pela primeira vez.

Caso a pessoa quiser permanecer por mais de seis meses no Canadá para trabalhar ou estudar, precisará solicitar uma permissão de trabalho ou de estudo. O visto será emitido automaticamente e vai permitir o embarque para o país.

A medida também é importante para os passageiros que voam do Brasil para o Canadá e fazem conexão nos Estados Unidos. Com isso, esses viajantes somente precisarão do visto americano para viajar. Os demais viajantes terão de solicitar o visto de turismo tradicional.

O país, que está entre os preferidos dos brasileiros, já tinha anunciado no ano passado a dispensa de visto, mas a medida ainda não tinha sido colocada em prática.

Fique ligado!
– O site do Governo do Canadá é o único site válido onde os viajantes podem solicitar um eTA Autorização Eletrônica de Viagem (Electronic Travel Authorization). Tudo o que o viajante necessita é de um passaporte, um cartão de crédito ou de débito e um endereço de e-mail.
– Os viajantes com um visto canadense válido, cidadãos americanos, incluindo os cidadãos com dupla nacionalidade: os americanos-canadenses, não necessitam de eTA.
– Os cidadãos canadenses, incluindo aqueles que possuam dupla cidadania: os canadenses-americanos, não podem solicitar o eTA e precisarão de um passaporte canadense válido para voar para o Canadá.
– Além dos brasileiros, os búlgaros e romenos também não precisam solicitar a missão de um visto canadense, caso já tenham o visto norte-americano.
Está planejando conhecer o Canadá? Então, confira a seguir o nosso guia sobre as principais atrações do país.

Confira as 8 melhores atrações do Canadá:

1. Niágra Falls, em Ontario
Estando em Ontario, não deixe de conhecer o Niágara Falls. Os visitantes ficam muito impressionados com a exuberância das três famosas quedas d’água. A visita pode ser feita a pé pelas passarelas, de barco ou de helicóptero.

As Cataratas do Niágara (em português) ficam localizadas no Rio Niágara, entre os lagos Erie e Ontário, na fronteira entre a cidade americana de Nova Iorque e da cidade canadense de Ontário. Por isso, você pode visitar tanto a parte canadense quanto americana do ponto turístico e ainda dar uma esticadinha em Nova York e conferir também as principais atrações da cidade que não dorme nunca.

Mais uma dica de passeio no lado canadense é conhecer de perto a fabricação dos vinhos dessa região nas suas diversas vinícolas, especialmente o tradicional Icewine (vinho de gelo).

Niagra Falls, Canadá

2. Capilano Suspension Bridge, em Vancouver
Já em Vancouver, visite a incrível Capilano Suspension Bridge. As trilhas suspensas permitem aos visitantes caminharem pelo parque sobre as copas das árvores. Atualmente, há sete pontes suspensas no parque, sendo a maior delas com 137 metros de extensão e a 70 metros do chão. Uma plataforma estreita com chão de vidro em cima da floresta e do rio e uma série de passarelas e escadas permitem aos turistas explorar toda a região por cima.

Logo ao entrar, os visitantes se encantam com o Kia’Palano, uma área com diversos totens que mostram um pouco dos costumes e das crenças dos primeiros povos que habitaram a região. A criançada também vai adorar o Kid’s Rainforest Explorer, um passeio guiado de uma forma divertida que ensina curiosidades de uma floresta tropical.

3. CN Tower, em Toronto
Em Toronto, a CN Tower é parada obrigatória para os turistas. Com 553 metros de altura, o equivalente a um prédio de 170 andares, a torre é a terceira mais alta construção do mundo. Quem sobe no topo pode apreciar uma incrível vista da cidade.

A 342 metros do solo você não pode deixar de caminhar pelo chão de vidro e tirar muitas fotos. No mesmo nível há um observatório externo. A 346 metros você encontra um café, uma loja de fotos e um observatório interno.
Para ter uma experiência completa do lugar, não deixe de almoçar no restaurante do observatório, o 360 The Restaurant at the CN Tower. Isso porque o restaurante é giratório e percorre 360 graus em 72 minutos.

4. Catedral de Notre-Dame, em Montreal
Se tiver oportunidade, conheça a Catedral de Notre-Dame, um dos lugares mais visitados por turistas em Montreal. Construída em 1829, a basílica possui dimensões gigantescas. As duas torres externas, na face frontal do prédio, têm altura equivalente a um prédio de 20 andares. A basílica tem a capacidade para abrigar cerca 3 mil pessoas sentadas.

Seu interior é composto por arcos de estilo gótico e grandes colunas, com a predominância das cores azul e dourado. Localizada na Sussex Road, uma das principais vias da capital, a Catedral de Notre-Dame possui entrada gratuita.

5. Banff National Park, em Alberta
Em Alberta, uma das mais belas atrações é o Banff National Park ou Parque Nacional da Paz. O mágico lugar foi eleito Patrimônio Mundial da Humanidade e Reserva da Biosfera.

As trilhas do Waterton National Park são ideais para quem gosta de alpinismo. A mais procurada é a Crypt Lake com seus 17km com passagens por cachoeiras e túneis naturais até chegar aos 675 metros de altitude.

Você também pode remar pelo Lake Louise e apreciar a vista do Vale dos Dez Picos durante o verão. Já no inverno, a melhor pedida é patinar nos lagos congelados.

6. Monster Zipline, em Calgary
A cidade de Calgary possui diversas atrações tanto para quem gosta de badalação, quanto para quem prefere a tranquilidade próximo da natureza. Está localizada no sul do país, a cerca de 80 km a leste das Montanhas Rochosas.
Entre os destaques dessa região do Canadá, está a Monster Zipline, a tirolesa mais rápida do mundo com 110 metros de queda vertical (mais ou menos um prédio de 20 andares) e 510 metros de distância. Dependendo do seu peso, a velocidade pode passar dos 100km/h.
Mas, antes de descer nesta incrível tirolesa, você vai descer em uma tirolesa menor para mostrar se aprendeu todas as instruções dos guias de segurança.

7. Passeio de ferry boat em Victoria
Localizada no oeste do Canadá, a cidade de Victoria é muito importante para a história do país. No final dos anos 1700, a cidade abrigou povos indígenas. Na verdade, Victoria é mais antiga que o próprio Canadá. Fundada em 1843, fazia parte de um território disputado entre a Inglaterra e uma empresa mineradora.

Em 1867, com a fundação do Canadá, passou a ser a capital da Columbia Britânica. A encantadora cidade de Victoria conserva até hoje o seu estilo vitoriano na arquitetura e suas ruas muito floridas.

Você pode conhecer a cidade embarcando em um passeio de ferry boat. A viagem leva 1h30 partindo de Vancouver e oferece muito conforto e belas paisagens. E isso não é tudo: dentro da estrutura do ferry boat você pode ainda fazer compras, jogar e comer. Um luxo, não?

8. Peak Gondola, em Whistler
Whistler é uma cidade localizada ao sul dos Pacific Ranges das Montanhas Costeiras, na Colúmbia Britânica, cerca de 125 km ao norte de Vancouver. Possui uma população de menos de dez mil habitantes. Entretanto, cerca de dois milhões de pessoas visitam a região todos os anos, principalmente para praticar o esqui alpino e o mountain biking.

Peak 2 Peak Gondola, Canadá

Uma das principais atrações deste lugar é o passeio de Peak 2 Peak Gondola. Trata-se de um elevador de gôndola tri-cabo que liga duas montanhas: A Roundhouse Lodge e a Rendezvous Lodge. A vista é incrível e rende belas fotos.

O texto – Canadá deixa de exigir visto para brasileiros – te ajudou? Aproveite para reservar um hotel no Canadá em até 12x sem juros e sem IOF no site da Hoteis.com!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com