BlogHoteis.com

Dicas de Morro de São Paulo: viagem de 5 dias

Se você está a procura de dicas de Morro de São Paulo, preste atenção nesses conselhos que dou principalmente para quem vai fazer uma viagem de 5 dias, como a que eu fiz. O destino é tão incrível que merece ser compartilhado.

Dicas de Morro de São Paulo

Localizado na Ilha de Tinharé, na Bahia, Morro de São Paulo é um vilarejo incrível.

dicas de Morro de São Paulo
Morro de São Paulo é um vilarejo incrível

A ilha ganhou este nome em 1531, com a chegada de Martin Afonso de Sousa, e foi cenário de ataques de franceses e holandeses durante o período colonial, devido à sua localização estratégica.

O conjunto histórico da Vila inclui a Fortaleza de Morro de São Paulo e o portal de entrada, logo na chegada à Ilha, a casa da família Saraiva Góes e a igreja de Nossa Senhora da Luz, na praça central, e a Fonte Grande, que durante muito tempo serviu como principal fonte de água da população. Um conjunto arquitetônico dos século 17 e 18.

Há 3 opções para chegar a Morro de São Paulo, partindo de Salvador. Dependendo de quanto esteja disposto a pagar, voos de táxi aéreo estão disponíveis, em poucos horários, no aeroporto Internacional de Salvador. A viagem de 25 minutos tem um custo médio de R$ 450,00 por pessoa/trecho.

Se você é como eu, uma pessoa não tão abastada, a opção é o catamarã que parte do Terminal Marítimo, em frente ao Mercado Modelo R$ 97,00 por pessoa/trecho (2h30 de viagem) ou semi-terrestre, também partindo do mesmo Terminal Marítimo, mas como destino a ilha de Itaparica, de balsa (40 min), + 1h30 de ônibus cruzando a Ilha até Valença e de lá partindo numa lancha rápida (15min) até Morro – R$ 120,00 por pessoa/trecho saindo do aeroporto.

Basicamente, a epopeia vai ser a mesma e o custo também. O catamarã tem a vantagem de ser mais direto, sem tantas baldeações. Mas, se você enjoa numa viagem marítima, saiba que, dependendo do clima e da agitação do mar, a embarcação pode bater um pouco.

Eu fiz o trajeto semi-terrestre e foi de boa. Usei os serviços da LCR Brisa Turismo.

Só aconselho a não levar malas muito grandes, baús, armários, porque você vai ter que arrastá-los pelos portos em Itaparica e Morro, e os barcos também não comportam muitos volumes. Além disso, metade do que você levar não vai usar.

Vá por mim, você passa o dia de sunga e chinelo e, no auge da sofisticação, usa bermuda e camiseta à noite. Casaco, calça, sapato? Acho que o povo lá não sabe nem o que é isso.

Se a sua vaidade não permitir tamanho desapego, você pode usar o serviço de “táxi”, que cobra entre R$ 10,00 e R$ 20,00 por mala, para levá-las até a pousada ou ao transporte do seu hotel.

Uma vez na ilha, é cobrada uma taxa ambiental de R$ 15,00 por pessoa, independentemente do número de dias que você permanecerá em Morro. Você paga logo na chegada, após cruzar o Portaló (portal de entrada da cidade).

Há muito o que fazer em Morro de São Paulo. O lugar tem 5 praias e o agito acontece na Primeira e na Segunda praias, onde estão localizados os restaurantes, barzinhos e a grande maioria das pousadas e hotéis.

Os resorts ficam nas Terceira, Quarta e Quinta praias, que são mais tranquilas e pouco habitadas. Se você está mais a fim de sossego e tranquilidade estes são os locais mais indicados. Os resorts possuem transportes gratuitos, com horários determinados, saindo do receptivo da Vila, atrás da Segunda Praia.

dicas de Morro de São Paulo
A Terceira, a Quarta e a Quinta Praia são mais tranquilas e pouco habitadas

Morro de São Paulo tem muitas opções de diversão, que vão desde festas temáticas até mergulhos, passeios de barco (que podem ser agendados nas pequenas agencias locais), visitas aos pontos históricos, tirolesa ou simplesmente a prática do ócio, que aliás foi o que eu mais fiz nos 5 dias que fiquei lá.

dicas de Morro de São Paulo

A casa da família Góes (certamente um parente distante) hoje é o hotel e restaurante Casarão. Recomendo visitar o local e experimentar o risoto ao limone com salmão grelhado e a moqueca de peixe. Como 90% dos restaurantes locais, a comida lá não é barata, você gasta em média R$ 40,00 por pessoa + bebida.

Não deixe de provar também as cocadas da baiana da praça. Ela está lá sempre depois das 19h30, todos os dias, perto da creche local.

No mais, a dica é aproveitar a energia e a beleza do local e curtir as noites em Morro de São Paulo, que tem um céu de tom azul marinho que eu nunca tinha visto.

Axé!

Marcelo Goes

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com