BlogHoteis.com

O que fazer em Ouro Preto, em Minas Gerais

Ouro Preto: história, arte barraca e gastronomia são os destaques

Um verdadeiro tesouro a céu aberto. É assim que podemos definir a cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais. Entre igrejas barrocas do século 18, casarões antigos e ruelas sinuosas, o que não faltam são atrações e pontos turísticos que remetem a uma importante época histórica brasileira: o período colonial e a corrida pelo ouro, quando a cidade se tornou uma das mais importantes do Brasil.

Andar pelas ladeiras de Ouro Preto, observar seus casarões e sobrados e ainda visitar suas inúmeras igrejas é mergulhar no passado brasileiro. Como o destino respira história e arte, alguns destaques do que ver por aqui são: a Igreja de São Francisco de Assis, as obras de Aleijadinho, o pôr do sol no topo do museu da UFOP e as construções com ares barrocas da rua Direita. E, claro, não poderíamos deixar de mencionar a maravilhosa culinária mineira, com pratos e iguarias de dar água na boca.

Localizada a cerca de 100 km da capital mineira, Ouro Preto pode ser visitada em um dia – em esquema de bate-volta – ou em dez dias. O tempo de estada dependerá do seu gosto e de quanto tempo você pretende curtir a cidade.

Patrimônio Mundial da Unesco, Ouro Preto consegue se reinventar a todo instante. Aqui, está localizado um dos maiores polos universitários do país, fato que faz com que o destino seja ao mesmo tempo clássico, mas com uma vibe jovem e moderna. No post de hoje, vamos dar algumas dicas para você programar sua viagem a Ouro Preto.

Na Hoteis.com, você pode reservar o seu hotel em Ouro Preto pagando em até 12 vezes sem juros e sem taxas. Aproveite!

O que fazer em Ouro Preto: pontos de interesse e atrações

Aqui, um dos focos principais são as igrejas e seus interiores, que são verdadeiras obras de arte e guardam muitos resquícios do período colonial e da era barroca. Não é à toa que entrar numa igreja de Ouro Preto é como estar visitando um museu.

Dentre os artistas mais famosos da época está Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nome que, com certeza, você já ouviu nas aulas de História e de Artes. Mas por aqui destacam-se também Manuel da Costa Ataíde – o mestre Ataíde -, Manuel Francisco Lisboa – pai de Aleijadinho – e Francisco Xavier de Brito.

As igrejas mais imperdíveis da cidade

A Igreja de São Francisco de Assis é considerada a principal obra de Aleijadinho, grande símbolo do barroco e do rococó mineiro. Justamente por isso é um dos pontos turísticos mais visitados. O local também abriga trabalhos de Mestre Ataíde, responsável pela pintura da Assunção da Virgem Maria no teto da nave da igreja, uma das obras mais importantes do artista.

Ouro Preto
A Igreja de São Francisco de Assis é uma das mais visitadas em Ouro Preto.

Projetada pelo pai de Aleijadinho, Antônio Francisco Lisboa, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo está entre as mais belas do destino e encanta logo de cara: sua fachada possui belos traços e anjos barrocos. Em seu altar, o visitante
vai encontrar também um altar com um desenho de Mestre Ataíde.

Ouro Preto
A Igreja de Nossa Senhora do Carmo está entre as mais belas da cidade histórica de Minas Gerais.

Com uma bela vista do alto de Ouro Preto, a Igreja de Santa Efigênia se destaca na paisagem local. A igreja, que também é conhecida como Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, tem sua história diretamente ligada aos escravos.

Diz a lenda que a Mina de Chico Rei, escravo alforriado, doou o dinheiro para a sua construção, que demorou seis décadas para ser concluída. O local conta ainda com obras do pai de Aleijadinho e de Francisco Xavier de Brito.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, onde Aleijadinho e seu pai estão enterrados, também abriga o Museu do Aleijadinho. Com projeto de Manuel Francisco Lisboa, seu interior é belíssimo e cheio de detalhes, mas enfrenta um longo processo de restauração.

Figurando entre as mais belas do destino, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar impressiona pelo intenso dourado do ouro de seu interior, sendo uma das mais ricas não apenas de Minas Gerais, mas de todo o Brasil. Por aqui, o visitante vai encontrar também o Museu da Arte Sacra.

Fique atento: a entrada para a maioria das igrejas é paga e, em boa parte delas, é proibido tirar fotos do seu interior.

Os museus de Ouro Preto

Além das igrejas, não deixe de conhecer os museus de Ouro Preto. Tais espaços e seus respectivos acervos ajudam a entender como a antiga Vila Rica se transformou em Ouro Preto e a influência que a mineração e a escravidão tiveram em termos econômicos e culturais.

Vale a pena reservar algumas horas no Museu da Inconfidência, com o acervo voltado para o processo que levou o Brasil à independência de Portugal. Outra atração interessante é o Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas Gerais, que abriga obras voltadas para a mineração na região.

Outro destaque é o Museu do Oratório, uma boa pedida para quem quiser se aprofundar em conhecimentos sobre a arte sacra. Já, se você deseja conhecer um pouco mais sobre a arquitetura colonial, visite a Casa de Tomás Antônio Gonzaga, a Casa dos Contos, a Casa dos Inconfidentes e a Casa da Ópera.

De onde veio o ouro?!

Como já mencionamos anteriormente, Ouro Preto guarda grandes marcas do período da mineração e da época do Brasil Colônia. Embora boa parte do ouro extraído dali se encontre atualmente na Europa, é possível visitar algumas das minas onde se extraía minérios e pedras preciosas em grande quantidade.

Nessas visitas, você conhecerá o processo de extração do ouro, além de obter informações sobre o trabalho escravo utilizado para mantê-las. No Centro Histórico de Ouro Preto, em especial nos arredores da Rua Chico Rei, estão localizadas algumas das minas mais procuradas pelos turistas, como a do Chico Rei, a Jejê, a de Santa Rita, a du Veloso e a da Passagem.

Todas as visitas são guiadas e pagas.

 

Ouro Preto
Ouro Preto possui algumas das igrejas mais ricas em ouro do Brasil.

De cada ângulo, uma cidade incrivelmente diferente

Em Ouro Preto, belezas não faltam. A cada janela ou ladeira, o visitante será brindado com um novo ponto de visualização da cidade e ficará impressionado como cada um deles consegue ser ainda mais belo e incrível. Aproveite para caminhar pela região e registrar todos os belos cenários pelo caminho.

Da Casa de Tomás Antônio Gonzaga, por exemplo, o turista terá um belo ângulo da Igreja de São Francisco de Assis. Não deixe ainda de subir até o mirante da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) para apreciar uma vista espetacular. O mirante das Lajes, que fica no caminho para Mariana, também oferece uma boa visão da cidade.

Assistir ao pôr do sol da varanda do Museu da UFOP ou do alto da Igreja São Francisco de Paula também é imperdível.

Do torresmo ao doce de leite: delicie-se com muita comida mineira

O estado de Minas Gerais tem uma das melhores culinárias do país, com pratos marcantes e muito saborosos. E, em Ouro Preto, as delícias mineiras também são destaques e devem ser degustadas pelos viajantes.

Aproveite a sua visita para tomar algumas doses da cachaça mineira, enquanto se delicia com uma porção de torresmos. De prato principal, não deixe de provar: feijão tropeiro, tutu de feijão, frango com quiabo, costelinha, couve refogada, linguiça e galinha ao molho pardo. De sobremesa, vá de doce de leite mineiro mesmo. E esqueça de tomar um cafezinho com pães de queijo!

As ruas Cláudio Manoel e Direita são bons lugares para comprar produtos típicos e escolher alguns doces para levar para casa. Vale a pena ainda ir até a Feira do Largo de Coimbra, que fica em frente da Igreja de São Francisco de Assis e que oferece uma grande variedade de produtos típicos e artesanato local.

Pronto para essa super imersão na história brasileira? Prepare-se para se apaixonar por Ouro Preto, um dos destinos mais incríveis do Brasil!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com