BlogHoteis.com

7 Dicas para conhecer uma Ilhabela fora do comum

Ilhabela fora do comum

Que tal sair dos “quase” e fazer uma viagem a Ilhabela diferente de tudo o que você já viu e leu por aí? Essa é a hora de conhecer uma Ilhabela fora do comum. Uma Ilhabela do jeito que você nunca viu antes. Está preparado?

1. Vá a uma praia diferente

(Quase) todo mundo que busca o que fazer em Ilhabela transita pelas belas praias do canal, com mar calmo e ótima estrutura, excelentes restaurantes e quiosques de praia.

Ouse um pouquinho e enfrente a estrada de terra de pouco mais de 6 km, que leva à Praia do Jabaquara, uma das poucas praias fora do canal acessíveis de carro. Essa praia guarda uma beleza selvagem que já enche os olhos logo no mirante da estrada.

 Ilhabela fora do comum
Praia do Jabaquara, uma das poucas praias fora do canal acessíveis de carro, guarda uma beleza selvagem

Uma vez lá embaixo, delicie-se com o mar turquesa e os riachos com piscinas naturais. No canto direito, pedras com formas incríveis convidam à prática de mergulho livre.

2. Troque as areias por cachoeiras

(Quase) todo mundo foca nas praias, sem se dar conta de que a ilha oferece cachoeiras belíssimas, um refresco delicioso para os dias quentes.

Tem cachoeira para todos os gostos e condições físicas, desde as de fácil acesso, como a da Pancada d’Água (ou Três Tombos), a Água Branca e a da Toca, até aquelas em que as trilhas são mais longas, como a do Veloso, a do Bananal, a da Friagem, a do Gato, entre tantas outras.

 Ilhabela fora do comum
Cachoeira do Gato, em Ilhabela

3. Saia do modo “automático” para o “panorâmico”

(Quase) todo mundo admira a imponência do Pico do Baepí, sem saber da existência de uma trilha que leva ao topo de seus 1.017 metros. A trilha é difícil e requer um bom preparo físico, mas a vista inigualável de todo o Canal e da Serra do Mar compensa muito!

Aventure-se por ali na presença de um guia e levando muita água, pois não há possibilidade de reposição no caminho e a trilha leva 6 horas para ser percorrida, considerando ida e volta.

4. Olhe mais para o céu

(Quase) todo mundo se encanta logo no início do dia com a visita de pássaros nos jardins das casas e pousadas em Ilhabela. Mas nem todo mundo faz ideia do potencial da ilha para a prática de observação de aves, o birdwatching.

Mais de 300 espécies de pássaros habitam na ilha e podem ser vistas nas caminhadas pela mata.

 Ilhabela fora do comum
Mais de 300 espécies de pássaros habitam Ilhabela

Um local bem propício para o birdwatching é a Trilha da Água Branca, na entrada do Parque Estadual de Ilhabela, que conta inclusive com um mirante.

Tiê-sangue, saíra-7-cores, pica-pau-rei, tucano-de-bico-verde, saí-azul, sabiá-laranjeira são apenas algumas das espécies avistáveis, sem mencionar as aves marinhas, como atobás, fragatas, gaivotões, entre outras.

5. Aproveite para praticar algum esporte

(Quase) todo mundo quer sol, praia, sombra, água fresca e um livro ou uma cerveja nas mãos – ou ainda uma em cada mão! Permita-se então experimentar um dos tantos esportes que a ilha oferece.

Operadoras e/ou praticantes experientes poderão te introduzir no mundo da canoa havaiana, do stand up paddle, do caiaque, da vela, da escalada, do rapel, do mergulho (livre e autônomo), do slackline, do windsurf, do kitesurf e de pedaladas, cortando as trilhas de pura Mata Atlântica.

6. Mude o roteiro para conhecer praias desertas

(Quase) todo mundo que gosta de caminhar faz a trilha do Bonete à pé, passando por 3 belíssimas cachoeiras e tendo uma vista incrível da praia alguns minutos antes de chegar.

Vá além disso! A trilha de 14 km de extensão que liga o Bonete à Praia de Castelhanos passa pelas remotas e paradisíacas praias das Enchovas, Indaiaúba e Mansa. Esse é um dos melhores passeios em Ilhabela, mas é indispensável o acompanhamento de um guia.

 Ilhabela fora do comum
A Praia de Indaiáuba é acessível apenas por mar ou trilha. (Foto: Maristela Colucci)

7. Mergulhe na cultura caiçara

Se você quiser ter uma experiência genuinamente caiçara, pesquise sobre o novíssimo, porém muito bem estruturado, Turismo de Base Comunitária nos Castelhanos. A prática é conduzida pela própria comunidade local, que coloca o visitante em real contato com a cultura e os habitantes da Baía de Castelhanos.

Essa é a hora de deixar todos os “quases” de lado e vivenciar de verdade o encantador dia a dia caiçara, podendo aprender a confeccionar cestos de palha e tecer redes de pesca, visitar cercos com os pescadores, ouvir histórias em uma cativante roda de conversa com os moradores mais antigos e provar a culinária simples e deliciosa.

 Ilhabela fora do comum
Praia de Castelhanos, em Ilhabela

Tudo isso, tendo como cenário a beleza surpreendente do lado oceânico de Ilhabela, com direito a trilhas, banhos de cachoeira e passeios de canoa. E o melhor de tudo é saber que você está efetivamente colaborando com a valorização e preservação da cultura local.

Quase largou tudo e pegou a estrada? Saia do “quase”! Programe-se e venha descobrir essa Ilhabela que você nem imaginava que existia. Ou então venha visitar tudo isso que você já experimentou um dia e que eu tenho certeza que vale a pena vivenciar de novo.

Confira aqui as opções de hospedagem em Ilhabela! Reserve seu hotel com a Hoteis.com e aproveite todas as facilidades oferecidas.

Maristela Colucci

Fotógrafa autodidata, a paulistana Maristela Colucci apresentou seis exposições individuais no Brasil e uma em Lisboa, Portugal.

Coletivamente, expôs no Brasil em museus como MAM, MIS e Memorial da América Latina, e também na Colômbia e na Itália.

Suas imagens estão em 24 selos do Brasil, em cartões telefônicos e ilustram matérias em revistas.

Maristela tem oito fotolivros publicados, entre eles ILHABELA, o mais completo livro sobre a ilha, local que escolheu como moradia há 19 anos.

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com