BlogHoteis.com
Isençao do IVA nos hotéis da Argentina

Isenção do IVA nos hotéis da Argentina

A Argentina possui uma grande variedade de atrações turísticas para todos os bolsos e gostos, sendo um excelente destino de viagem para os brasileiros. Além da capital Buenos Aires, os viajantes podem aproveitar para conhecer em um só país lugares inesquecíveis como desertos, montanhas, praias, rios de águas cristalinas, montanhas nevadas, geleiras e cordilheiras.

Este é um ótimo momento para os brasileiros viajarem para as cidades argentinas. Isso porque, segundo um levantamento realizado pela empresa Confidence Câmbio neste ano, a Argentina foi um dos países que tiveram as suas moedas mais desvalorizadas frente ao dólar no último ano, o que beneficia os brasileiros uma vez que o real valorizou perante a moeda americana no mesmo período. Os demais países foram o México e a Inglaterra.

E para aumentar ainda mais a lista de pontos a favor da Argentina, eis mais uma excelente notícia que talvez você ainda não saiba: desde o dia 2 de janeiro deste ano já está valendo a tão esperada isenção do IVA (imposto de valor agregado, o equivalente ao nosso ICMS) nas diárias de hotéis argentinos pagas por visitantes estrangeiros. Mas, atenção: A nova regra vale somente para os pagamentos por cartão de crédito, cartão de débito ou por meio de agência de viagem.

Resumindo: com fim da cobrança do IVA, os hotéis argentinos ficam 17% com as diárias mais baratas. Um estímulo e tanto para começar a planejar a sua próxima viagem para a Argentina, não?

Não deixe de fazer o Paseo de los Colorados nas montanhas de Purmamarca, Argentina

Mas antes de começar a comemorar, saiba que os pagamentos com dinheiro em espécie não ganharão esta isenção ou desconto.  Entenda melhor a mudança:

O que muda com a isenção do IVA nos hotéis argentinos?

O IVA que incide sobre as diárias dos hotéis argentinos é de 21% continuará a ser incluído em todas as diárias. O que muda é que ao pagar com cartão de crédito, débito ou pré-pago internacional, o hóspede estrangeiro recebe o desconto automaticamente na maquininha, da mesma maneira que acontece com o pagamento de uma conta de restaurante ou do serviço de aluguel de carros com cartão internacional no Uruguai, por exemplo. Com este desconto, a conta do hotel vai ficar 17% mais barata. Ou seja: não compensa mais pagar as diárias de qualquer hotel argentino em dinheiro em espécie.

O Monte Fitz Roy e a Laguna de los Tres, são uma das montanhas mais belas da região da Patagonia, Argentina
O Monte Fitz Roy e a Laguna de los Tres, são uma das montanhas mais belas da região da Patagonia, Argentina

A isenção do IVA também vale nas compras realizadas em lojas com o selo Tax Free

Outra boa notícia para quem vai viajar para a Argentina é a devolução do IVA nas compras a partir de 70 pesos realizadas apenas nas lojas com o selo Tax Free. Mas, atenção: A devolução do IVA só vale para produtos feitos 100% na Argentina, portanto não entram nesta regra as marcas internacionais.

Na hora de pagar pela mercadoria, não esqueça de solicitar e preencher o formulário de reembolso. Você deverá pedir o formulário em todas as lojas em que fizer compras em lojas tax free. Uma dica é sempre anotar os dados do passaporte na hora da compra.

Para receber o dinheiro dos impostos pagos pelas mercadorias compradas nas lojas tax free, você terá que antes de fazer o check in, ir até o posto da alfândega com seus formulários preenchidos, notas e os produtos importados.

É melhor fazer isso antes de despachar a bagagem da viagem, pois você deverá mostrar as compras para a alfândega e isso poderá demorar algumas horas. É melhor chegar três horas antes do horário do embarque para não ter risco de perder o voo. O prazo para o recebimento do dinheiro é de quatro a seis semanas para reembolsos em cartão de crédito ou em conta corrente.

Com todas essas notícias maravilhosas, quando você vai reservar o seu hotel para a Argentina? #partiuargentina

Fique atento às exceções

É preciso deixar claro que o desconto (ou isenção do imposto) vale apenas para a diária e o café da manhã em hotéis argentinos. Hospedagem em apartamentos de temporada continuam funcionando com as regras antigas. As despesas extras como almoço, jantar, o consumo do frigobar ou atividades realizadas à parte dentro do hotel também continuam valendo para as regras antigas com o IVA de 21% e devem ser pagas separadamente.

Saiba como é realizada a isenção de IVA em hotéis de outros países

A Argentina com a adoção desta medida está apenas acompanhando a tendência de outros países da América do Sul, que já isentam os turistas estrangeiros do pagamento do imposto sobre hospedagem. Confira como é realizada esta isenção em outros países da América do Sul.

Brasil

Os hotéis brasileiros são os únicos da América do Sul que não oferecem este tipo de benefício aos turistas estrangeiros.

Há um projeto em andamento no Ministério do Turismo que está estudando algumas medidas para incentivar o turismo estrangeiro no país. Entre as principais medidas estão a adoção de lojas tax free, a liberação de cassinos integrados a resorts, a abertura do mercado para companhias aéreas estrangeiras no Brasil e a concessão de parques nacionais à iniciativa privada.

Uruguai

Em solo uruguaio os visitantes estrangeiros estão isentos dos 20% de IVA em hotéis. Aliás, a quantia não é nem incluída na conta, e o pagamento pode ser feito em qualquer espécie, com pesos, cartão internacional ou moeda estrangeira.

Já nos casos das locadoras de carros, o IVA chega a ser incluído na conta, mas é devolvido automaticamente quando o pagamento é realizado com cartão internacional. Há também um reembolso de 10% no pagamento do aluguel de apartamentos por temporada.

A devolução do IVA no Uruguai também compreende serviços gastronômicos prestados por restaurantes, bares, cantinas, confeitarias, cafés, salões de chá ou similares.

Outra ótima notícia para quem vai viajar para alguma cidade uruguaia é a devolução de 100% do imposto em compras realizadas nas lojas com o selo Tax-Free (como também é feito na Argentina). Basta preencher um formulário que será carimbado pelo estabelecimento comercial, juntar a nota fiscal e apresentá-la tanto no aeroporto quanto nos postos das fronteiras, caso a viagem seja realizada por terra. Uma dica é sempre anotar os dados do passaporte na hora da compra.

Para atrair ainda mais os turistas brasileiros, nas cidades vizinhas ao Brasil, está sendo oferecido um desconto de 24% na gasolina para os veículos abastecidos em estabelecimentos localizados até 20 quilômetros além da fronteira.

Chile

Os turistas estrangeiros hospedados no Chile têm direito à isenção dos 19% de IVA em despesas de hospedagem. Entretanto, para ganhar este benefício, o turista deve comprovar que está em solo chileno há, pelo menos, 60 dias e ainda pagar a conta em dólar ou cartão internacional.

Essa comprovação vem do papel entregue na área de imigração do aeroporto e você deverá entrega-lo ao funcionário do hotel para que ele faça uma cópia. Na hora de voltar para casa, siga para o aeroporto com tempo de sobra, pois o funcionário responsável terá que preencher uma espécie de fatura de exportação antes de você embarcar.

É importante você saber que não são todos os estabelecimentos hoteleiros do Chile que oferecem esta isenção. É preciso que estes hotéis estejam registrados no órgão SII (Servicio de Impuestos Internos). Procure entrar em contato com o seu hotel com antecedência para saber se eles oferecem essa isenção.

Se você já comprou um pacote de viagem por agência e já pagou ou parcelou o pagamento do hotel pelo cartão de crédito, fique tranquilo pois não houve ainda a cobrança deste pagamento do IVA por se tratar de um imposto chileno. Esse imposto só será cobrado (ou não) diretamente pelo hotel no momento do check-out.

Peru

Os hotéis peruanos também isentam turistas estrangeiros do IVA de 18% em hotéis. O pagamento pode ser feito por qualquer meio, mas você também vai precisar provar que está há menos de 60 dias no Peru, como no Chile. E também terá que passar pelo mesmo processo de verificação do seu tempo de permanência no país.

Colômbia

Na Colômbia a isenção dos 16% do IVA vale para serviços diversificados, de passeios a hospedagem, valendo até para a compra de mercadorias no valor acima de 280.000 pesos colombianos pagos com cartão de crédito internacional. No entanto, a devolução máxima total é de aproximadamente 2,8 milhões de pesos (dez vezes o valor mínimo), independente da quantia gasta. Para isso, é preciso reunir todas as notas ficais e antes de sair do país passar no departamento alfandegário para preencher um formulário e mostrar os comprovantes. Só desta maneira o dinheiro será devolvido através da fatura do cartão de crédito.

As mercadorias adquiridas na Colômbia que são objetos de devolução do imposto são: confecções, calçados, brinquedos, perfumes, artigos de couro, discos compactos, artesanato, artigos de cama, mesa e banho, eletrodomésticos, joias em geral e ferragens.

Fique atento ao valor da diária antes de realizar a sua reserva

O site do Hotéis.com informa a diária dos hotéis dos países sem o IVA. Se você configurar o site para exibir os valores na moeda local, já saberá o valor total da hospedagem. Confira agora os melhores hotéis na Argentina!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com