BlogHoteis.com

Miami por Pedro Andrade

Nos anos 70 Miami era conhecida como a capital americana da cocaína, depois, aos poucos, virou um imã para turistas que buscavam eletrônicos e itens falsificados por um preço baixo. Por muito tempo teve fama de um lugar cafona e sem charme, mas, isso mudou.

Em 2014 fui contratado pela rede de tv americana ABC para ancorar um programa matinal que demandaria minha mudança temporária de Manhattan para South Beach. Confesso que apesar de ter a exata noção da valiosa oportunidade profissional que estava na minha frente, titubeei diversas vezes antes de aceitar o emprego. Hoje, apesar de ter voltado para NY, posso dizer que foram dois dos melhores anos da minha vida.

Miami hoje em dia é um lugar em pleno processo de transformação e com encantos para dar e vender. Dentre as maiores atrações estão a semana da Art Basel (a maior feira de arte do país), o maior festival de música eletrônica dos EUA, o Miami Jazz Festival, um centro arquitetônico de dar inveja a muitas metropolis, uma Meca para os amantes da arte de rua  e uma cena gastronômica excepcional. Note que eu ainda não mencionei as praias!

Nasci no Rio de Janeiro e tive o privilégio de viajar o mundo mas posso afirmar que o mar da Flórida não deve nada as águas da Tailândia, da Grécia ou de Okinawa… Areias brancas, mar calmo, nada de grandes ondas, temperatura confortável o ano todo e muitas opções tanto para quem curte muvuca quanto para quem quer paz.

Quando a Hoteis.com mencionou a possibilidade de uma parceria em Miami, imediatamente aceitei. Um dos grandes prazeres da minha vida é compartilhar aquilo que amo, portanto, aqui vão algumas sugestões para quem pretende visitar South Beach em futuro próximo.

Lucali:

Contrário ao que muita gente pensa, minha pizza favorita não está em NY ou SP, mas sim em South Beach. Este restaurante não aceita reservas, mas, fica colado num bar super charmoso, o que torna a espera muito mais prazerosa.

Além da comida ser impecável, o preço é muito acessível. Se não me engano, uma pizza que alimenta três ou quatro custa mais ou menos 23 dólares. As almôndegas são imperdíveis e a carta de vinhos é limitada porém honesta.

Juvia:

Se você está atrás de um lugar um pouco mais sofisticado, não deixe de jantar no Juvia. As porções são menores e os preços mais altos, no entanto, a vista é um espetáculo e a atmosfera nunca decepciona. Meu drink predileto é o martini com azeitona recheada com um chilly (pimenta).

Joe’s Crab:

Os americanos de uma maneira geral adoram o brunch – a mistura deliciosa do café da manhã com o almoço. Um dos melhores da cidade fica num restaurante clássico conhecido como Joe’s Stone Crab que está no sul de South Beach desde o início do século passado. Lá você encontra patas de caranguejo gigantes, cerveja gelada e um sandwich de lagosta inesquecível.

Colado no restaurante fica o Joe’s Stone Crab TO GO. Apesar do nome, você não é obrigado a levar os itens para viagem, há cadeira e mesas menos pretensiosas e os preços são mais baixos. Na minha opinião, é uma experiência mais descolada que o original (mais careta)

Perez Museum:

Miami hoje é um dos centros com o maior número de galerias por habitante no mundo. Nada mais justo que um museu digno e ambicioso como o Perez Museum. Desenhado pelos arquitetos Herzog & de Meuron e financiado principalmente pelo milionário Jorge Perez, a instituição foca em arte contemporânea mas funciona também como sede de vários eventos relevantes para a cidade.

Taschen:

Uma das editoras de livros de arte mais bem sucedidas do mundo decidiu abrir uma de suas filiais americanas na Lincoln Road, bem embaixo da garagem 1111 – um dos edifícios mais icônicos de South Beach. Além de ser um ótimo lugar para encontrar presentes antes do retorno ao Brasil, fica ao lado de uma das Nespressos mais charmosas dos Estados Unidos.

Wynwood Walls:

O mundo tem alguns pontos que ao longo dos anos viraram referência de Arte de Rua de qualidade. Miami é um deles, mais especificamente uma região chamada Wynwood Walls. O que antes era uma área industrial e decadente, virou um bairro descolado, cheio de galerias, coffee shops, lojas e obras de artistas como OsGemeos, ROA, Kobra,

Swoon, Ron English, e a lista continua. Quer você curta este estilo de arte ou não, garanto que seu instagram vai bombar depois da sua visita.

1 Hotel: Com o crescimento da popularidade de Miami, é mais que natural que a oferta de bons hotéis tenha aumentado.

Deles, um dos melhores, é sem sombra de dúvidas o 1 Hotel que além de ser bem localizado, oferece uma piscina muito agitada (com direito a house music, drinks super elaborados e gente bonita) e uma mais calma para quem está em busca de paz e tranquilidade.

Atendimento de primeira, uma das melhores academias de ginastica da região e fica colado no restaurante STK, que por sinal serve uma carne inesquecível.

South Pointe Park:

Bem no sul de South Beach fica uma área residencial conhecida como SoFi (South of Fifth). Esta região manteve sua influência cubana viva – apesar da inevitável gentrificação – mas soube trazer conforto e estilo para as ruas de Miami.

Os restaurante são ótimos (Smith and Wollensky, Prime Italian, dentre outros…) e o South Pointe Park virou uma espécie de calçadão para os moradores da cidade. Vale um passeio, um namoro, um picnic, uma corrida ou… Um mero cochilo.”

Pedro Andrade

6 Comentários

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com