BlogHoteis.com

Mochilão América do Sul: dicas de roteiro de viagem para Peru, Bolívia e Chile

Uma das viagens mais impactantes em termos de cultura e identidade é fazer um mochilão América do Sul. Mesmo que sua grana seja curta e você não disponha de muitos dias de férias, é possível aproveitar uma viagem em estilo mochilão por vários cantinhos do nosso continente.

Hoje, separamos algumas dicas para quem quer se aventurar pelo Peru, Chile e Bolívia, mas sem gastar muito e visitando paisagens incríveis, em um roteiro que agregue 3 dos lugares mais lindos do planeta: o Salar de Uyuni, Machu Picchu e o Deserto do Atacama, melhores destinos para um mochilão pela América do Sul. Com certeza, essa será uma viagem inesquecível.

Aproveite para reservar seu hotel pela Hoteis.com, pagando em até 12 vezes sem juros e sem taxas.

Roteiro de viagem pelo Peru, Bolívia e Chile: quantos dias ficar e como planejar

Bolar um esquema de viagem entre estes países não é das tarefas mais fáceis, mas também não é nada impossível. Tenha em mente que a proximidade geográfica entre estes países e o Brasil é um grande facilitador para sua viagem. Mas, para evitar passeios super corridos e sem imersão na cultura local, recomendamos cerca de 15 dias de férias, no total.

Claro que, se tiver mais dias disponíveis, melhor ainda. Assim, é possível planejar os deslocamentos com calma e apreciar as belezas que você encontrará pelo caminho. Vale também começar o planejamento pela compra da passagem aérea e, depois, ir adequando os dias ao seu orçamento e locais de interesse.

Peru: Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu

Comece a sua viagem pelo Peru e seus sítios arqueológicos de cair o queixo. Por isso, é bom planejar um voo saindo do Brasil com destino a Cusco. Para a região de Machu Picchu, é interessante reservar 5 dias completos.

Dias 1, 2 em Cusco

Para o primeiro dia, aproveite para visitar a cidade de Cusco e reservar os passeios que deseja fazer na região. Aproveite para conhecer os principais pontos turísticos deste lugar que se orgulha de ter sido a capital do Império Inca. Mas esteja preparado para encarar a altitude. Aqui, você estará a 3400 metros acima do nível do mar. Logo, a aclimação é importante: abuse do chá de coca para reverter o mal-estar.

Não deixe de visitar o Qoricancha. Também conhecido como Templo do Sol, o lugar era utilizado para cerimônias e estudos de astronomia e matemática, temáticas nos quais o povo Inca era bastante avançado. A entrada ao templo é paga. Outro ponto imperdível é a visita a Plaza de Armas e à bela Catedral de Cusco. Vale também conhecer o interior desta igreja, que tem cobrança na entrada.

Mochilão América do Sul
Qoricancha – Templo do Sol

No segundo dia, tire algumas horas para um tour a Moray e Maras. Moray, que no domínio inca foi utilizado como um local de plantação, ainda guarda muita história em seu sítio arqueológico. Aqui, você ainda encontrará resquícios das terraços agrícolas, em desnível que eram utilizadas para o plantio de alimentos, de acordo com a temperatura de cada um destes degraus.

Bem interessante e diferente! Já as Salinas de Maras são um passeio bem diferente, onde estão mais de 3 mil salinas, com 2 mil anos de existência. O visual daqui é deslumbrante e rende fotos lindas!

Dia 3 no Valle Sagrado

E, para o terceiro dia de roteiro, programe a ida ao Valle Sagrado, em Ollanta, a 33 km de Cusco. Aqui, vale visitar as ruínas de Pisac, um passeio pago que pode ser contratado em Cusco mesmo. O complexo arqueológico daqui conta com edifícios, aquedutos, cemitérios, terraços agrícolas, túneis e pontes. Ou seja, é bem grandioso. Não deixe de conhecer a feirinha de artesanato de Pisac.

Mochilão América do Sul
Valle Sagrado
4º dia no Machu Picchu

No quarto dia, vale vivenciar um dos momentos mais aguardados da viagem: a ida a Machu Picchu. Para isso, pegue o trem que te deixa em Aguas Calientes. Lembre-se que é não há como comprar ingressos para Machu Picchu na entrada do sítio. Por isso, já vá com o bilhete em mãos ou compre em alguma agência de Aguas Calientes, antes de subir no ônibus que te deixará na entrada do lugar. É bom também levar água e lanche, já que a lanchonete tem preços bem salgados. Outra super dica é visitar tudo sem pressa, observando as construções e a vista panorâmica. Você vai se arrepiar com a energia única de Machu Picchu.

Mochilão América do Sul
Machu Picchu
5º dia de volta a Cusco

Aproveite o quinto e último dia para fazer um último city tour por Cusco. Não deixe de provar as delícias da culinária local, como o clássico ceviche, o pollo a la brasa, lomo saltado e o ají de gallina.

Mochilão América do Sul
Cidade de Cusco

À noite, se prepare para a viagem até Copacabana, na Bolívia. A viagem de ônibus tem duração de 10 horas e, por isso, é recomendável fazê-la no período noturno.

Alguns dos melhores hotéis de Cusco para o mochilão são: Tampu Hotel BoutiqueHotel Santa MariaNiños Hotel MelocInka’s Tambo Hotel e Hotel Cusco Jungle.

Bolívia: Copacabana, La Paz e Uyuni

1º parada em Copacabana

Aqui, vamos visitar alguns dos lugares mais incríveis da Bolívia: a Isla del Sol e o Lago Titicaca. Você vai chegar a Copacabana próximo ao meio-dia, por isso, aproveite o restante do dia para fazer um city tour pela cidade. Aqui, a necessidade de aclimatização também existe.

No segundo dia em Copacabana, levante bem cedinho para se aventurar pela Isla del Sol, a cerca de 20 minutos de Copacabana. Na época dos incas, o lugar era um santuário dedicado ao deus Sol. Para chegar até a ilha, é preciso navegar por uma hora pelo icônico Lago Tititicaca, considerado o maior do planeta e habitado pelo povo Uros. Já na ilha, conheça os diversos sítios arqueológicos. Algumas das principais atrações por aqui são: o Museu do Ouro da Cidade Submersa, a Pedra Sagrada, o Templo del Inca e o El Labirinto. À noite, siga para La Paz, em uma viagem de ônibus de 3h40 de duração.

Mochilão América do Sul
Isla del Sol e o Lago Titicaca
Seguindo para La Paz

No primeiro dia vamos para La Paz, e recomendamos a visita às Ruínas de Tiahuanaco, com suas esculturas gigantes, super bem trabalhadas. Não deixe de conferir de pertinho o Monolito de Fraile, o Templo Semi Subterrâneo e a Puerta del Sol. O passeio é oferecido por agências, com duração de um dia inteiro.

Mochilão América do Sul
Ruínas de Tiahuanaco

Nosso segundo dia na capital da Bolívia, é dedicado aos pontos turísticos e provar a culinária típica boliviana. Empanada de arroz, locro carretero, humintas (também conhecida como a pamonha da Bolívia) e salchipapas são destaque da gastronomia local. Claro que a folha de coca também tem um papel especial, principalmente para evitar os efeitos colaterais da altitude.

Dentre os pontos turísticos, é interessante visitar o emblemático Mercado das Bruxas, a Rua Sagarnaga, a Igreja de São Francisco, o Vale de La Luna (que, como o próprio nome já sugere, nos faz ter a sensação de estar pisando no solo da Lua) e o Teleférico (para ter uma vista privilegiada, de cima). À noite, é hora de seguir para o Salar do Uyni.

Mochilão América do Sul
Vale de La Luna

Os cinco melhores hotéis para se hospedar em La Paz para o mochilão: Hostal Perla NegraInca’s Room HotelHotel La CupulaHotel Berlina e York Vintage B&B.

Finalizando em Salar do Uyni

De Laz Paz até o Salar, a maneira mais rápida (porém mais cara) é ir de avião, mas também é possível chegar até lá de ônibus. Programa-se para economizar, mas sem perder horas preciosas.

O Salar de Uyuni é o maior deserto do sal do planeta. Sabe aquelas imagens incríveis de flamingos sob um espelho de água salgada, que pipocam pela internet? Com certeza, essas fotos foram feitas lá. Aproveite os 3 dias para curtir a região e atravessar o Salar em direção a Atacama, até o Vale de la Luna. De um lado o maior deserto de sal do planeta e, do outro, o deserto mais seco do planeta. Emoção é o que tem de sobra nessa travessia.

Mochilão América do Sul
Salar de Uyuni

Chile: desbravando o Atacama

Entre o Salar de Uyni e San Pedro de Atacama, no Chile, são cerca de 500 km. Vale muito admirar as paisagens distintas pelo caminho. Ao longo do trajeto é comum se deparar com lagos cristalinos, lagoa com águas vermelhas, montanhas, vulcões, esculturas esculpidas pelo vento e animais selvagens. Os passeios pelo Salar são, normalmente, feitos por carros com tração 4X4.

Já em San Pedro de Atacama, o ideal é reservar 3 dias para os passeios. Divida as atividades de acordo com seus interesses. Mas já adiantamos que um dos passeios obrigatório é a Laguna Cejar (aquele onde é impossível afundar por causa do sal e que, mesmo assim, é boa para mergulho) e a Laguna Tebinquinche.

Mochilão América do Sul
Laguna Tebinquinche

A ida ao centrinho de San Pedro de Atacama, em especial à Calle Caracoles, também é imperdível. A ocasião é uma boa pedida para experimentar comida típica do Chile, como pastel de choclo com chilena, pernil com batata e chuleta de cerdo, além, claro, de um bom pisco sour.

Não deixe de fora do seu roteiro o passeio de um dia todo que percorre as Lagoas Altiplânicas. O passeio começa bem cedo e passa pelas Lagoas Miscanti e Miñique, pelo Salar de Atacama e pela Lagoa Chaxa. Vale comprar o tour com alguma agência local. Outro bem legal é o Salar de Tara, que tem paisagens surreais.

Mochilão América do Sul
Salar de Tara

Aproveitando a boa visibilidade do céu na região, recomendamos ainda um tour astronômico, à noite, para admirar as estrelas. Antes de retornar ao Brasil, vale a pena conhecer o gêiseres de Tatio, que começa bem cedinho, momento ótimo para ver de perto as águas brotando do solo. Vá preparado para o mergulho no “Pozon Rústico”, que é uma terma pertinho do Tatio. As Termas de Puritama são outra opção de passeio para quem curtir águas termais e relaxar no final dessa super viagem.

Mochilão América do Sul
Gêiseres de Tatio

Para hospedagens econômicas, deixamos também sugestões dos melhores hotéis para ficar em San Pedro do Atacama: Hostal CorvatschHostal Pueblo de TierraWari AtacamaHostal Desert e Complejo Turistico El Toconar.

Gostou de nossas dicas ou está planejando alguma uma mochilão América do Sul? Conta para a gente?!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com