BlogHoteis.com

O que fazer e ver no Rio de Janeiro em 3 dias

3 dias no Rio de Janeiro: um roteiro com as atrações mais imperdíveis

A Cidade Maravilhosa é um dos destinos brasileiros mais amados pelos turistas. Também, a cidade consegue unir boas praias, com atrações incríveis e muitas belezas naturais. Impossível não voltar de uma viagem ao Rio sem ficar apaixonado por ele. Prova disso são as inúmeras músicas que imortalizaram a cidade em suas letras.

No post de hoje, vamos dar algumas dicas de como montar um roteiro inteligente pelo destino, aproveitando os melhores pontos turísticos cariocas. Três dias pode parecer pouco tempo, mas, com um roteiro compacto, dá para aproveitar bem a cidade. Ah! Ficou algum ponto turístico de fora? Não deixe de programar mais uma ida ao Rio. A cidade é encantadora, independentemente do número de vezes que você a visitar.

Sobre a hospedagem, não deixe de reservar seu hotel pela hoteis.com, pagando em até 12 vezes sem juros e sem taxas.

Dia 1 – Cristo Redentor, Copacabana, Ipanema e Arpoador

Que tal começar o primeiro dia fazendo um dos passeios mais clássicos por aqui? Pela manhã, visite o símbolo máximo da cidade: o Cristo Redentor. Você vai se apaixonar, logo de cara, pelo Rio de Janeiro visto de cima. Para ir até lá, você pode ir de trem, táxi ou van. Nós recomendamos a subida de trem, que é o passeio mais clássicos. Se estiver de carro ou táxi, dê uma paradinha no Mirante Santa Marta e aproveite também a belíssima vista a partir do Corcovado. Os ingressos para o Cristo variam na alta e baixa temporadas sendo que Idosos e crianças de até 11 anos pagam preços especiais.

Rio de Janeiro
Cristo Redentor, Rio de Janeiro

Depois de um tour pelo Cristo, aproveite para conhecer uma das praias mais icônicas do Rio e dar um bom mergulho. Copacabana, conhecida carinhosamente como “A princesinha do mar” é um dos lugares must visit na cidade, seja para curtir uma atmosfera mais nostálgica ou para aproveitar um mar com faixa de areia extensa e poucas ondas, que mais lembra uma piscina.

Não deixe de tirar algumas fotos com as estátuas de Dorival Caymmi e Carlos Drummond de Andrade. Se tiver pique, dê uma passadinha no Forte de Copacabana. Além do visual show, vale a pena visitar a Confeitaria Colombo.

Para avistar globais e ver muita gente bonita, vá até a Praia do Leblon, que é uma continuação da Praia de Ipanema. Aqui, o foco é o Mirante do Leblon, localizado na Avenida Niemeyer, ao lado esquerdo da praia. O lugar permite uma visão privilegiada da praia do Leblon e Ipanema, e é perfeito para tomar uma água de coco, relaxar e curtir a paisagem.

Continuando o passeio, vá até a Praia de Ipanema, que fica pertinho de Copacabana. Se tiver sorte, você poderá encontrar um mar com águas cristalinas, de dar inveja até mesmo às praias do Caribe. Aqui, a atmosfera é mais jovem e a praia tem mais ondas e correntezas mais fortes. Ponto de encontro da galera descolada, dê uma passadinha no Posto 9. Ah! E não deixe de saborear o clássico Biscoito Globo com chá mate geladinho, um combinção clássica das areias cariocas.

Rio de Janeiro
Praia de Ipanema

Na altura do Posto 7, em Ipanema, você vai se deparar com as Pedras do Arpoador. No final da tarde, reserve um lugarzinho estratégico para assistir ao pôr do sol. Aqui, ele é realmente um espetáculo que vale a pena ser contemplado. Com direito a muitas palmas!

Como temos poucos dias na cidade, o negócio é curtir ao máximo a cidade, sem deixar de percorrer os pontos turísticos mais famosos. Por isso, aproveite para curtir a vida noturna em uma das atrações mais icônicas: os Arcos da Lapa. Curte badalação? O lugar é super eclético e perfeito para você! Com inúmeras opções de barzinhos, botecos e restaurantes, aqui você pode curtir música ao vivo e muito samba. Dica: o Circo Voador, casa de shows mais tradicional da cidade, fica nessa região. Então, confira se há algum espetáculo interessante em cartaz, durante sua estada.

Rio de Janeiro
Arcos da Lapa

Dia 2 – Pão de Açúcar, Urca, Praia Vermelha e Santa Teresa

Começamos o segundo dia por mais um ponto turístico ultra famoso. Hoje, vamos passear de bondinho até o Pão de Açúcar, para ter mais uma vista bem privilegiada da cidade. Daqui, é possível ver: os barcos na Praia de Botafogo, o Cristo Redentor, o Morro Dois Irmãos, a Pedra da Gávea. Impossível ficar alheio à tamanha generosidade da natureza com o Rio de Janeiro. A subida de bondinho e o visual lá de cima são imperdíveis. O passeio é cobrado e o ingresso pode ser comprado pela Internet no site do bondinho.

Rio de Janeiro
Pão de Açucar, Rio de Janeiro

Após a subida no Pão de Açúcar, dê um mergulho nas águas da Praia Vermelha. A praia recebe esse nome devido à coloração vermelha de suas areias. Não é a melhor praia do destino, mas é uma boa pedida para relaxar e dar uma descansada antes de continuar o passeio.

Aproveitando a vinda ao bairro da Urca, hoje, vamos explorá-lo. Aproveite para almoçar em um dos restaurantes com vista para a Baía de Guanabara. Recomendamos a ida ao Bar Urca, aquele da mureta. O Bar e Restaurante Urca é um ponto de referência da gastronomia carioca, com pratos que levam frutos do mar, camarão e muitas outras delícias.

Quem tem uma pegada mais aventureira vai curtir praticar escalada no Morro da Babilônia, no Morro do Pão de Açúcar ou no Morro da Urca, para ter mais um gostinho de ver a cidade de cima. As rochas em torno da Urca contam com escaladas de todos os tipos, níveis e gostos. Também é possível encarar algumas trilhas por aqui.

Um dos bairros mais gostosos do Rio de Janeiro, Santa Teresa, merece ser incluída em um roteiro pela cidade. Com localização privilegiada seus casarões antigos, Santa Teresa nos dá uma referência de como era o Rio de antigamente. Aqui, o turista respira um ar bucólico, de pura nostalgia. Vá preparado para andar bastante: Santa Teresa (ou Santa, para os mais íntimos) tem ladeiras de sobra.

Comece o passeio pela multicolorida Escadaria Selarón. Obra do pintor e ceramista chileno Jorge Selarón, a escada tem 215 degraus e 125 metros. É um dos pontos mais procurados do bairro. Após visitar a escadaria, recupere o fôlego e vá até o Parque das Ruínas. O casarão foi casa de Laurinda dos Santos Lobo, personalidade carioca. Aqui, rolaram várias festas que serviram como ponto de encontro para várias personalidades, entre elas Tarsila do Amaral e Villa-Lobos. Recentemente restaurado, o lugar é ótimo para fotos e tem entrada gratuita.

Rio de Janeiro
Comece o passeio pela multicolorida Escadaria Selarón

Se estiver com tempo de sobra, curta o Museu da Chácara do Céu, que fica bem ao lado do Parque das Ruínas. De propriedade particular, o acervo do museu abriga obras de Di Cavalcanti, Portinari, Matisse, Miró e Modigliani.

Bateu aquela fominha? Dê uma esticada até o Largo dos Guimarães, onde estão excelentes opções de restaurantes, como o Portella, Espírito Santo e o Bar do Mineiro, com sua super feijoada. Antes de ir embora, dê uma conferida ainda nos vários ateliês do bairro, para ver de pertinho as obras produzidas por artistas locais. Entendeu agora porque Santa Teresa é a Montmartre do Rio de Janeiro?

Dia 3 – Jardim Botânico, Parque Lage, Lagoa Rodrigo de Freitas e Museu do Amanhã

No nosso último dia, a palavra de ordem é relaxar. Começamos nosso roteiro pelo Jardim Botânico, considerado um dos mais lindos e mais antigo do país. A programação é perfeita para todo tipo de turista, até mesmo para quem está acompanhado de crianças. Além de um ponto turístico importante, o Jardim Botânico é ainda um instituto de pesquisa e um centro de preservação da Mata Atlântica.

Os números daqui impressionam: são mais de 540 mil metros quadrados de área cultivada e que podem ser visitadas. Aqui, há mais de 3.400 espécies de plantas, de diversas partes do mundo. Símbolo do Jardim, a Palmeira Imperial pode chegar a uma altura equivalente a um prédio de 15 andares. E esta é apenas uma das atrações do lugar. Aproveite para conferir tudo de pertinho e sem muita presa. Afinal, o último dia de passeios pede um ritmo mais desacelerado.

Outro passeio super agradável é conhecer o Parque Lage. Localizado aos pés do Morro do Corcovado e pertinho da lagoa Rodrigo de Freitas, aqui o visitante vai encontrar uma Mansão projetada por Henrique Lage para sua esposa, a cantora lírica Gabriela Besanzoni Lage. Com ares que lembram Roma, um dos destaques da construção é a piscina com água azulada do pátio interno. O lugar, que faz parte do Parque Nacional da Tijuca, abriga ainda a Escola de Artes Visuais, que sempre têm cursos e exposições rolando. Aproveite toda a beleza desse ponto turístico para garantir belas fotos.

Rio de Janeiro
Parque Lage – Rio de Janeiro

Como estamos bem pertinho da Lagoa Rodrigo de Freitas, que tal descansar um pouquinho em um cenário bem tranquilo? Esse ponto turístico é pura inspiração e o lugar escolhido pelos cariocas para prática de esportes. Aqui, você poderá andar de pedalinho, alugar uma bike ou praticar Stand Up Paddle.

Para fechar nossa viagem com chave de ouro, vamos visitar o mais novo museu da cidade: o Museu do Amanhã.

Com seu cenário futurístico, às margens da Baía de Guanabara, o museu é dedicado às ciências e artes.

Independente do seu estilo como viajante, é um passeio bem legal para terminar sua estada no Rio de Janeiro. O Museu cobra ingresso que podem ser comprados pela Internet, mas tem uma política de meia entrada e gratuidade bem ampla, com política de meia entrada e de gratuidade bem amplas, como meia entrada para pessoas até 21 anos, estudantes e professores e gratuidade para visitantes até 5 anos ou acima dos 60 anos.

Curtiu nosso roteiro? Tem mais dicas para poucos dias no Rio? Deixe aqui nos comentários!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com