BlogHoteis.com

O que fazer em Aracaju, a capital de Sergipe

Há uma máxima entre os turistas, afirmando que Aracaju é o tipo de lugar que, depois que visita, todo mundo quer morar. Neste post, você terá um guia completo sobre o que fazer em Aracaju, a capital sergipana, e vai entender a razão desse desejo entre os que visitam a cidade.

Aracaju é considerada a cidade de melhor qualidade de vida de todo o Nordeste Brasileiro e a capital com menor desigualdade social da região.

Não deixe também de conferir outras dicas sobre Aracaju e região:

Road Trip do Nordeste: um roteiro de perder o fôlego

8 melhores destinos de festas juninas no Brasil

O que fazer em Aracaju, a capital da saúde

O estado de Sergipe é o menor entre os que formam a região nordeste do Brasil. Sua capital guarda características únicas, que não podem ser esquecidas quando somadas aos seus encantos naturais e às atrações que a tornam um dos destinos mais surpreendentes em todo território nacional.

Com seus pouco mais de 600 mil habitantes, Aracaju é considerada a capital com os hábitos de vida mais saudáveis do país. É, por exemplo, a que possui menos fumantes em números relativos. Além disso, seu projeto de ciclovias é referência para todo o mundo, bem como o sistema de mobilidade urbana.

O que fazer em Aracaju
O projeto de ciclovias de Aracaju é referência mundial

De tal maneira que estar em Aracaju é unir prazer, lazer e exemplos saudáveis de qualidade de vida. A cidade tem também a fama de ser uma das mais hospitaleiras de todo o território nacional. Certamente, a qualidade de vida e a organização da cidade contribuem para esse comportamento.

Assim o visitante vai sendo seduzido pelos encantos naturais da cidade e também pela gentileza dos habitantes. É por isso que Aracaju, Capital da Qualidade de Vida, ganhou essa fama: quem conhece, sonha em morar na cidade.

Nascida entre os rios Sergipe e Vaza-Barris, como se não bastasse todo planejamento e a educação de seu povo, Aracaju possui uma das orlas marítimas mais indescritíveis de todo o nordeste.

O que fazer em Aracaju
Aracaju tem uma das mais completas orlas marítimas

Com praias sempre muito bem servidas de infraestrutura, bares e restaurantes para todos os gostos e bolsos, a cidade também possui uma rede hoteleira de primeira categoria, que inclui desde pousadas casuais até elegantes e requintados hotéis.

Quem está procurando o que fazer em Aracaju precisa começar pela Orla de Atalaia, a praia oficial da cidade, reurbanizada há poucos anos e que certamente vai encantar o viajante.

Ao todo, são 6 km de orla, com um pouco de tudo o que o bom viajante procura. Mar lindo, boa faixa de areia, lagos, pistas de skate, kartódromo, parque infantil, quadras, feira de artesanato e muitos bares e restaurantes em toda a extensão.

O que fazer em Aracaju
Orla de Atalaia, a praia oficial da cidade

São tantas opções que o turista pode até ficar confuso. Mas a questão é simples: relaxar numa cadeira de quiosque à beira-mar, tomando uma água de coco ou uma batidinha com frutas regionais e, depois, seguir passeio para conhecer todos os demais programas oferecidos.

Ainda na Orla de Atalaia, há três opções de passeios que o visitante não pode perder. Primeiro, conhecer o Projeto Tamar de defesa e proteção das tartarugas marinhas. Depois, visitar o Oceanário de Aracaju, que conta um pouco da história da vida marítima. Por último, tirar fotos nos Arcos de Atalaia, que são o cartão-postal da cidade.

O que fazer em Aracaju
O Oceanário de Aracaju conta um pouco da história da vida marítima

Na maré baixa, aproveite a Crôa do Goré, um banco de areia que surge na vazante do rio Vaza-Barris e onde os comerciantes colocam suas mesas e cadeiras para servir os turistas no final da tarde.

Aproveite também para dar uma esticadinha na Ilha dos Namorados, outro banco de areia que também só surge com a maré baixa. Como o próprio nome já diz, é um lugar bastante romântico, de onde se pode fazer belas fotos.

O que fazer em Aracaju
A Crôa do Goré, banco de areia que surge na vazante do rio Vaza-Barris

O visitante que procura o que fazer em Aracaju vai precisar de um dia também para visitar o centro histórico, com suas antigas construções e monumentos, como o Centro Cultural, o Museu do Homem Sergipano e a Espaço Zé Peixe.

Outra opção entre o que fazer em Aracaju é uma visita ao Mercado Municipal, onde, além de produtos regionais e pescados, pode-se comprar artesanato feito por artistas locais.

As crianças (e os adultos também, por que não?) vão adorar dar um pulinho no Parque José Rollemberg Leite, conhecido como “Parque da Cidade”. São mais de 600 mil metros quadrados de área verde, com um mini-zoo e um teleférico, de onde a vista da cidade ganha novas angulações.

É um passeio mais propício para logo de manhã ou no fim da tarde, já que parte do trajeto é feita sob o sol sergipano.

O que fazer em Aracaju
Teleférico, no Parque José Rollemberg Leite

Onde comer bem em Aracaju

Um dos mais saborosos programas entre o que fazer em Aracaju é visitar a Passarela do Caranguejo. Não tem erro para encontrar.

Pela orla, o visitante vai identificar a estrutura de um enorme caranguejo, que indica onde começa um dos principais pontos gastronômicos da cidade. Com surpresa, vai notar que nem só de crustáceos vivem os bares e restaurantes locais, sempre com alguma novidade para agradar aos paladares mais requintados.

Cariri

Além de um cardápio recheado de frutos do mar, pescados e receitas bem típicas da região, o Restaurante Cariri, localizado na Passarela do Caranguejo, apresenta música ao vivo todas as noites e também às tarde nos fins de semana. Com espaço para quem quiser arriscar uns passos de dança, a diversão é garantida.

Um dos carros-chefes do cardápio é o salmão, servido com salada.

O que fazer em Aracaju
O salmão é um dos carros-chefes do cardápio

Mangará

Quer apostar nas comidas típicas, com pratos bem elaborados e ingredientes e temperos locais? O restaurante Mangará é um dos mais concorridos em Aracaju.

A decoração rústica e alegre e os funcionários vestidos a caráter dão o clima da casa. Uma bela variedade de saladas de folhas e legumes, carnes (boi, frango, porco) e doces completam as opções entre os pratos regionais.

O que fazer em Aracaju
O restaurante oferece uma bela variedade de pratos

Além de servir até o último cliente, abre também para o café da manhã, com quitutes típicos.

La Tavola

Quem quer fugir um pouco dos temperos típicos e dos ingredientes tradicionais pode buscar, no restaurante La Tavola, os sabores e aromas da culinária italiana. A decoração é bem rústica e muito elegante.

O que fazer em Aracaju
A culinária italiana toma conta do restaurante

Entre os pratos principais, estão risotos, ravióli e ossobuco de vitela. Todos podem ser acompanhados de um dos excelentes vinhos da casa, que oferece ao cliente variados rótulos em sua carta de vinhos.

Como se locomover em Aracaju

O visitante pode se surpreender com a facilidade que o sistema de transporte urbano propõe em Aracaju. É possível, por exemplo, conhecer toda a cidade com apenas uma passagem do transporte coletivo, graças ao sistema de conexões nos Terminais de Integração. Os coletivos passam também pela região metropolitana, permitindo acesso a outras cidades do entorno.

A frota de táxis está acima da média das cidades brasileiras. Como geralmente não há congestionamentos ou grandes trajetos, os preços são sempre muito convidativos, inclusive moradores locais costumam usar os táxis.

Existe também o serviço de táxis especiais, com lotações, que fazem trajetos pré-determinados e os caminhos mais utilizados na cidade. Esses são ainda mais econômicos. A implantação do transporte por aplicativo também vem ganhando força na cidade.

Outro meio de transporte muito utilizado em Aracaju é a bicicleta, dada a topografia favorável para esse tipo de transporte e os quilômetros de ciclovias espalhados pela área central e ao longo da orla.

Até pouco tempo, existia um projeto de “Cajubike”, que acabou desativado devido ao elevado valor de manutenção das bicicletas fornecidas pelo poder público. Mas as ciclovias permitem percorrer os trechos mais importantes da capital.

Quantos dias ficar e quando ir a Aracaju

Aracaju não é uma cidade territorialmente tão grande. Apesar de tantos bons programas, não é preciso muitos dias para desfrutar de tudo o que a cidade tem a oferecer. Mesmo assim, como já dissemos, a sensação é sempre a de querer ficar um pouco mais e curtir o clima, as pessoas e a tranquilidade da capital.

O visitante pode ficar apenas 3 dias na cidade e dizer que viu seus melhores pontos turísticos. Mas nem um ano inteiro será o suficiente para conhecer realmente o que Aracaju tem a oferecer em sua plenitude, principalmente em se tratando de calor humano e qualidade de vida.

O que fazer em Aracaju
Aracaju não é grande, em alguns dias é possível conhecer seus pontos principais

Aracaju é uma cidade para visitar o ano inteiro. O período de chuvas geralmente fica restrito entre maio e julho e, mesmo assim, não é comum que se perca um dia inteiro por causa do mau tempo. Entre setembro e março, dificilmente o visitante verá cair uma gota de chuva na região.

Para uma cidade do Nordeste, as temperaturas não são muito elevadas e raramente superam os 30°C. A média anual fica entre 26 e 27 graus. Isso proporciona uma sensação agradável, principalmente com a brisa que sopra da orla. As manhãs e os fins de tarde são sempre mais frescos.

Como chegar a Aracaju

Por ser capital, Aracaju é servida por voos diretos de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Recife e Maceió. São várias as companhias, dias e horários para que o visitante possa escolher com conforto. Há voos noturnos (corujão) que podem sair por preços bem mais convidativos.

Pela estrada, Salvador está a 270 km de Aracaju, pela excelente e desimpedida Linha Verde, usando a nova ponte Gilberto Amado. Maceió está a 280 km, mas, se a BR 101 sergipana está em bom estado, o mesmo não se pode dizer do lado alagoano.

A dica é deixar a 101 ainda em Sergipe e seguir por Neópolis, atravessando o São Francisco com a balsa para Penedo.

Onde se hospedar em Aracaju

Aracaju possui uma belíssima rede de hotéis e pousadas bem localizadas em toda a extensão da cidade, como convém a toda boa capital. Contudo, para os turistas é bastante interessante encontrar alguma hospedagem próxima à região da Orla de Atalaia, porque é nesse espaço que estão as melhores atrações.

Del Mar Hotel

O imponente Del Mar Hotel, na Orla de Atalaia, coloca seus 113 quartos à disposição, com ar-condicionado, Wi-Fi e TVs.

O que fazer em Aracaju
Quarto Casal Superior, no Del Mar Hotel

O hotel possui dois restaurantes, piscina externa, academia, business center  (24 horas), computadores, lavanderia, salas de reunião, serviços de traslado para o aeroporto e equipe multilíngue. Além disso, o café da manhã e o estacionamento são cortesias.

Hotel Apart Residence

A menos de cinco minutos de caminhada até o Oceanário, o Hotel Apart Residence tem 37 apartamentos, todos com ar-condicionado e TV, e o Wi-Fi pode ser acessado gratuitamente no saguão.

O que fazer em Aracaju
Quarto Solteiro Standard, no Hotel Apart Residence

Há uma piscina externa, com um bar ao lado, além de serviço diário de arrumação nas dependências. A recepção funciona 24 horas e os jornais do dia são oferecidos gratuitamente.

Simas Praia Hotel

Com seus 80 quartos, equipados com ar-condicionado e canais de TV Premium, e bem próximo à orla de Atalaia, o Simas Praia Hotel possui restaurante, bar/lounge, piscina externa, terraço, lavanderia e loja de conveniência.

O que fazer em Aracaju
Quarto Solteiro Standard, no Simas Praia Hotel

O hotel oferece ainda serviços de traslado para o aeroporto local, arrumação diária e uma equipe multilíngue para auxiliar o hóspede estrangeiro. O café da manhã e o estacionamento são gratuitos.

Comfort Hotel de Aracaju

A 14 minutos de caminhada da Praça de Atalaia, o Comfort Hotel de Aracaju conta com 132 quartos e oferece a seus hóspedes um spa completo, além de academia, piscina interna e sala de reunião. Os quartos possuem Wi-Fi e ar-condicionado.

O que fazer em Aracaju
Quarto casal luxo, no Comfort Hotel Aracaju

O hotel possui seu próprio restaurante e um bar/lounge para drinques. Oferece serviço de arrumação diária e lavanderia, além de equipe multilíngue e jornais diários. O café da manhã e o estacionamento são cortesia.

Hotel Pousada do Sol

Ainda próximo à Orla de Atalaia, o Hotel Pousada do Sol mantém sua recepção funcionando 24 horas. Os quartos são equipados com ar-condicionado e Wi-Fi.

O que fazer em Aracaju
Quarto Master, no Hotel Pousada do Sol

Há um restaurante e um bar ao lado da piscina externa e o hotel oferece piscina infantil e um parquinho para as crianças. Seus hóspedes contam com um business center, serviços de arrumação diária e lavanderia, além de café da manhã e estacionamento gratuitos.

Gostou de nossas dicas?

Conheça outras opções de hotéis e pousadas em Aracaju no site da Hoteis.com e deixe seus comentários pra gente!

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com