BlogHoteis.com
turismo em Londrina

O que fazer em Londrina: turismo na cidade

Capital do Café, graças à terra produtiva, conhecida carinhosamente como “terra roxa”, há muito o que fazer em Londrina, no estado do Paraná. A cidade consegue surpreender e encantar o visitante com muitas opções de lazer, cultura, diversão e uma gastronomia toda especial.

Muito procurada para viajantes a negócios, o turismo em Londrina vai para além do usual, apresentando aspectos históricos que estão fortemente ligados à história do Brasil.

Conheça outras postagens que podem ajudar na sua viagem pelo estado do Paraná e região de Londrina.

• As 10 melhores atrações de Londrina

Descubra onde se hospedar em Londrina

• Cidades incríveis para conhecer no Paraná

Aproveite para fazer sua reserva na Hoteis.com e ganhe vantagens incríveis.

O que você vai encontrar nesta postagem completa sobre turismo em Londrina, um guia geral sobre a cidade:

• Turismo em Londrina: descubra o que fazer na cidade

• Culinária: comendo do bom e do melhor em Londrina

• Como se locomover em Londrina

• Quando ir e quantos dias ficar em Londrina

• Como chegar a Londrina

• Onde se hospedar em Londrina

• Dicas de hospedagem em Londrina

 Turismo em Londrina: descubra o que fazer na cidade

Segunda maior cidade do estado do Paraná, atrás apenas da capital Curitiba, a bela e sedutora Londrina tem o poder de cativar qualquer viajante. “Capital do Café”, a cidade também é referência para quem deseja conhecer um pouco mais sobre a história desse grão, que desde sempre tem feito parte das riquezas do Brasil.

Londrina é a porta de entrada da chamada “Rota do Café”, que passa por outras pequenas cidades vizinhas. Por se tratar de uma fotografia histórica de um Brasil que deu certo, a Rota do Café vem atraindo cada vez mais curiosos, apaixonados por história, alunos universitários e outros visitantes.

o que fazer em Londrina
Londrina é a porta de entrada da chamada “Rota do Café”, que passa por outras pequenas cidades vizinhas

A cidade deve seu nome ao inglês Simon Joseph Fraser, mais conhecido como lorde Lovat. Foi uma referência à capital da Inglaterra, a cidade de Londres, muito em razão dos dias com bastante neblina que cobrem os vales e serras próximas.

Em Londres, essa neblina é conhecida como fog. Em Londrina a neblina costuma se formar graças às temperaturas médias nunca superiores a 20 graus (o que, de certa forma, também lembra a capital inglesa).

Hoje, a cidade possui algo em torno de meio milhão de habitantes e se coloca como importante polo regional e terceira maior cidade do Sul do País, depois de Curitiba e Porto Alegre. De maneira geral, os visitantes da cidade são em grande número viajantes a negócio, mas que também aproveitam as opções turísticas da região.

o que fazer em Londrina
A cidade deve seu nome ao inglês Simon Joseph Fraser, mais conhecido como lorde Lovat

Rico e muito produtivo, o solo da cidade ficou conhecido como “terra roxa”. O que logo lhe rendeu a fama de capital do café.  Mas há também os grandes produtores de carne e leite, com premiadas espécies do gado bovino. É assim que a Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, realizada na Sociedade Rural do Paraná no mês de abril, costuma movimentar milhares de dólares todos os anos.

Certamente não é só de história que vive a sedutora região. O turismo em Londrina oferece muitas opções de parques, museus e mesmo a própria Rota do Café, onde o viajante vai poder se deleitar com a diversidade desse grão, que já foi considerado o “ouro negro brasileiro” e abriu as portas do país ao mercado internacional.

Entre os parques da cidade – e são muitos –, alguns devem ser obrigatoriamente visitados pelos viajante. A começar pelo Jardim Botânico, um dos mais belos pontos turísticos de Londrina e uma das maiores unidades de pesquisa e conservação de espécies nativas e exóticas do Paraná.

No Jardim Botânico, é possível observar espécies silvestres raras, ameaçadas de extinção e importantes para restauração e reabilitação de ecossistemas. Há lagos, estufas, trilhas e pistas de caminhada. O parque fica à Avenida dos Expedicionários, 200, no Conjunto Residencial Vivendas do Arvoredo.

o que fazer em Londrina
O Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon possui 20 mil metros quadrados de área

Na região central, o Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon possui 20 mil metros quadrados de área, em duas quadras, onde estão preservadas espécies remanescentes da cobertura vegetal primitiva. O lugar foi doado pela Companhia de Terras Melhoramentos Norte do Paraná e é um bom lugar para visitar com a família, uma vez que apresenta infraestrutura de parquinhos, bancos e outras facilidades para crianças.

Ainda sobre o que fazer em Londrina, um dos últimos conjuntos remanescentes florestais de Mata Atlântica da região norte do Paraná localiza-se no Parque Arthur Thomas. Com paciência e silêncio, dentro da mata, o visitante poderá observar macacos-prego, quatis, cotias, gambás, lagartos e aves da região e algumas migratórias. Uma das maiores atrações do parque é a cascata de aproximadamente 20 metros de queda.

o que fazer em Londrina
Uma das maiores atrações de Londrina são os parques

Moradores de Londrina geralmente se reúnem no Parque “Zerão”, nome carinhoso para a área de Lazer Luigi Borghesi. Em formato de um grande “zero”, o parque tem uma pista de corrida de 1.050 metros que circunda a área e é entrecortado por um pequeno riacho.

Uma reforma recente anexou à área várias benfeitorias, como um anfiteatro com capacidade para 15000 pessoas, postos telefônicos, bebedouros, chuveiros e um estacionamento com aproximadamente 220 vagas.

Duas outras boas opções de turismo em Londrina são o Museu histórico “Padre Carlos Weiss”, com centenas de peças que contam a história do café e do crescimento da cidade, e o Planetário, onde mais de 85 mil pessoas, entre alunos da cidade e visitantes, passam todos os anos.

o que fazer em Londrina
Salto do Apucaraninha, uma cachoeira 116 metros de altura

Um pouco mais distante do centro, a aproximadamente 80 km, já na divisa com o município de Tamarana, está a reserva indígena do Apucaraninha, pertencente aos índios kaingang. É preciso autorização da FUNAI para visitação. No caminho, avista-se o Salto do Apucaraninha, uma cachoeira 116 metros de altura.

Rota do Café

A Rota do Café é um capítulo à parte sobre o que fazer em Londrina. Criada em 2009, tornou-se a principal vitrine do café do Paraná no mundo. O projeto busca resgatar a tradição e a cultura cafeeira do Estado. São fazendas, centro culturais, restaurantes rurais e outros roteiros criados ao sabor do desejo e da necessidade de cada viajante.

o que fazer em Londrina
A Rota do Café é um capítulo à parte sobre o que fazer em Londrina

Muitos visitam a Rota do Café para realizar negócios. Outros, apenas pela curiosidade de conhecer um pouco dessa parte importante da história da formação da região, do estado do Paraná e do Brasil.

Culinária: comendo do bom e do melhor em Londrina

Apesar da herança inglesa, a culinária local de Londrina é multifacetada, trazendo elementos de vários países, além de pratos regionais típicos do Paraná, como o Barreado (preparado com vários cortes de carnes menos nobre em panela de barro) e o churrasco.

A cozinha japonesa também tem muita força na cidade, bem como os pratos de tradição árabe. As influências alemãs e italianas também podem ser denotadas. Confira:

Dashô Sushi

Especialista no rodízio de comida japonesa, o Dashô Sushi também oferece pratos a la carte. Seja no rodízio ou no menu, os pratos costumam agradar em cheio aos que gostam da comida japonesa.

o que fazer em Londrina
No Dashô, os combinados e os barcos de sushi e sashimi fazem muito sucesso

Os combinados e os barcos de sushi e sashimi também fazem muito sucesso, sempre acompanhados de um bom saquê, uma cerveja gelada ou do rodízio de bebidas oferecido pelo restaurante – novidade que vem agradando os clientes.

Zaki Sabor Árabe

Em um ambiente muito agradável, o Zaki é especialista na cozinha árabe, apresentando todos os petiscos mais populares, como esfirras, quibes, coalhada seca e homus. O carro-chefe é o carneiro assado, onde a hortelã é a vedete do tempero, bem ao gosto da culinária árabe.

o que fazer em Londrina
No Zaki Sabor Árabe, o falafel também faz muito sucesso

O Falafel também faz muito sucesso no restaurante. Aproveite ainda para visitar a lojinha de artesanatos e presentes no anexo do restaurante.

Madê Cozinha de Herança

Um dos mais tradicionais restaurantes de Londrina, o Madê proporciona uma experiência gastronômica baseada na releitura de pratos típicos da região, com uma repaginada mais moderna e ousada. Assim, as carnes, as saladas e as sobremesas sempre vão lembrar a cultura culinária da região, mas com uma leitura mais contemporânea.

o que fazer em Londrina
O gnocchi com presunto parma é uma das especialidades do Madê Cozinha de Herança

Duas especialidades: a paleta de cordeiro assada e o gnocchi com presunto parma. O Madê também serve lanches com hambúrgueres artesanais.

Como se locomover em Londrina

A cidade vem crescendo e melhorando suas opções de acessibilidade. As linhas de ônibus chegam a todos os parques e bosques, mas pode ser um problema para quem desejar, por exemplo, percorrer a Rota do Café. Esse roteiro deve ser feito com condução própria, uma vez que vai exigir várias paradas para conferir os principais locais.

Quem chega na cidade de ônibus pode optar por alugar um veículo em alguma das várias locadoras locais.

o que fazer em Londrina
A cidade vem crescendo e melhorando suas opções de acessibilidade

Táxis são outra opção. Geralmente os itinerários não são tão longos entre uma atração e outra. Mas, no caso da Rota do Café, é importante que se combine o preço com antecedência.

O transporte por aplicativo também está crescendo na cidade e começa a rivalizar os preços com os táxis tradicionais, sempre com a vantagem do usuário já saber quanto vai gastar antes mesmo de embarcar.

Há ainda a opção de se locomover por bicicleta. As locadoras cobram por tempo ou por percurso percorrido. É preciso, contudo, alguns cuidados, principalmente na região central, onde as bicicletas disputam espaço com os carros.

Quando ir e quantos dias ficar em Londrina

Londrina tem poucas restrições de períodos de visitação. Os meses mais abafados do ano são janeiro e fevereiro, mas eles são também os mais chuvosos. Com índices pluviométricos entre 50 e 60 milímetros ao mês, os períodos podem ser perigosos para quem quer fazer passeios ao ar livre sem ser surpreendido por pancadas de chuvas de verão.

É bom lembrar que a temporada quente em Londrina é longa, durando mais de 6 meses, enquanto o frio não se estende nem por um trimestre. Os períodos mais “gelados” são maio, junho e julho, com mínimas entre 13 e 14 graus e máximas entre 24 e 25 graus. Agosto ainda está friozinho com termômetros que variam de 14 a 27 graus.

o que fazer em Londrina
O turismo em Londrina tem poucas restrições de períodos de visitação

Outro ponto marcante do local é o clima encoberto. Com lembranças da névoa tão característica de Londres, os habitantes europeus encontraram no Brasil um lugar para remeter à sua terra natal. Inclusive, as nuvens são presença garantida durante 7 dos 12 meses do ano.

O viajante não precisa se deter mais do que 3 a 5 dias para ter uma boa experiência da cidade. Um dia completo é necessário para a Rota do Café. Um ou dois dias bastam para conhecer os parques e museus. E mais um dia para o passeio na área rural, para conhecer a Cachoeira do Apucaraninha. Mas nada impede que o visitante decida-se por ficar uma semana toda de férias e aproveitar o clima tranquilo e o sossego da cidade.

Como chegar a Londrina

As companhias aéreas Gol, LATAM Airlines e Azul oferecem voos diretos para Londrina, a partir de estados do sul e sudeste do Brasil. O Aeroporto de Londrina fica a apenas 5 km do centro da cidade. Em frente ao aeroporto, há táxis e o tempo estimado de uma viagem até o centro é de 15 minutos de táxi ou 25 de ônibus.

Há ainda ônibus que saem de diversos estados brasileiros rumo à cidade de Londrina. No terminal da Barra Funda, em São Paulo, há ônibus da viação Garcia, Catarinense e Brasil Sul. Dependendo do trajeto do ônibus, a viagem pode durar até 8 horas.

o que fazer em Londrina
Há várias formas de chegar até Londrina

Se a decisão é ir de carro para Londrina, fica muito mais fácil o acesso a partir de estados do sul e sudeste do Brasil. Quem vem do sudeste, como São Paulo e Rio de Janeiro, poderá utilizar BR-374, BR-369 e Rodovia Francisco Alves Negrão. Sem trânsito intenso, uma viagem a partir de São Paulo pode variar de 6 a 8 horas.

Onde se hospedar em Londrina

Há várias opções de hospedagem na região central de Londrina e também no Centro Histórico, onde localizam-se os museus e alguns dos melhores restaurantes da cidade. Assim, o viajante terá variedade de preço e acessibilidade nessas regiões. A vantagem é ficar próximo às opções de passeio e gastar menos com o transporte local.

Também pode ser interessante ficar nas pousadas da área rural da cidade. Isso porque, próximas a essas hospedagens, o viajante poderá encontrar algumas trilhas para percorrer a pé ou de bicicleta. Nesse caso, é preciso se informar com antecedência se a pousada está próxima a um desses locais.

Dicas de hospedagem em Londrina

Hotel Boulevard Londrina

Ocupando um arranha-céu no centro da cidade, o Hotel Boulevard Londrina está situado em um local cercado por lojas, a 4 km do aeroporto. Os quartos tipo estúdio e as suítes são casuais e incluem Wi-Fi gratuito, TV com tela plana e frigobar. Alguns têm minicozinha, varanda e/ou banheira de hidromassagem. Serviço de quarto disponível.

o que fazer em Londrina
Quarto Executivo, no Hotel Boulevard

O café da manhã gratuito é servido em um restaurante descontraído. Há um terraço na cobertura com piscina e vista panorâmica para a cidade. Oferece ainda um bar do lobby, uma academia e uma sauna.

Bristol Londrina Residence

Bristol Londrina Residence está situado em uma torre elevada com vista panorâmica para a cidade, este hotel elegante está a 9 minutos de caminhada do Museu de Arte de Londrina e a 2,9 km do Aeroporto de Londrina.

Os quartos são claros e modernos e incluem Wi-Fi gratuito, TV com tela plana e frigobar. Os quartos de categoria mais alta também têm minicozinha com cafeteira, bem como área de jantar/refeições separada.

o que fazer em Londrina
Quarto Casal Luxo, no Bristol Londrina Residence

As suítes oferecem sofá e mobiliário de categoria superior. Uma delas tem banheira de hidromassagem. Serviço de quarto disponível. O buffet de café da manhã de cortesia é servido em um restaurante arejado. Também há um bar casual, piscina externa, sala de ginástica e sauna. Estacionamento disponível mediante taxa.

Aero Park Hotel

Em estilo “art déco”, o Aero Park Hotel fica a 500 m do Aeroporto de Londrina, a 2,4 km da Concha Acústica e a 2,9 km do Museu de Arte de Londrina. Os quartos arejados, aconchegantes e com piso de madeira contam com Wi-Fi gratuito, TV a cabo e escrivaninhas. Os quartos de categoria mais alta incluem frigobares com água mineral de cortesia.

o que fazer em Londrina
Quarto Standard , no Aero Park Hotel

Serviço de quarto disponível durante o dia inteiro. As cortesias incluem translado ida e volta do aeroporto e estacionamento limitado. O café da manhã é oferecido em uma área de refeições ou no quarto (mediante taxa). Há também piscina externa, sala de ginástica e churrasqueira.

Bourbon Londrina Business Hotel

Bourbon Londrina fica no centro da cidade, a 5 minutos de caminhada do Museu de Arte de Londrina e a 3,3 km do Aeroporto de Londrina. Os quartos são descontraídos e incluem Wi-Fi gratuito, TV com tela plana, frigobar e escrivaninha. Os alojamentos de categoria mais alta também contam com sala de estar. As suítes têm banheira de hidromassagem e sala de estar.

o que fazer em Londrina
Suíte Clássico, no Bourbon Londrina Business Hotel

Além disso, algumas são decoradas com elegantes detalhes em madeira. O serviço de quarto é oferecido 24 horas por dia, 7 dias por semana. O buffet de café da manhã gratuito é servido em um restaurante com mobiliário em madeira escura.

O hotel oferece ainda um bar, uma sala de ginástica, uma sala de leitura e um centro comercial com cinco salas de conferências.

Comfort Suites Londrina

O Comfort Suites Londrina está situado a 4 minutos de caminhada do Catuaí Shopping Center. Este hotel moderno, na saída da rodovia PR-445, está a 4 km do Jardim Botânico e a 4,2 km do Centro de Eventos de Londrina.

o que fazer em Londrina
Quarto Casal, no Comfort Suites Londrina

Os quartos são contemporâneos e arejados, contam com decoração em tons neutros e incluem Wi-Fi gratuito, TV com tela plana, frigobar e equipamento para preparo de chá e café. Alguns quartos contam com sofá-cama ou cama extra.

As cortesias incluem o buffet de café da manhã e o estacionamento. Também há um restaurante casual, uma piscina externa e uma sala de ginástica, bem como 2 salas de conferências.

Gostou das nossas dicas?

Agora que você conhece melhor o Turismo em Londrina, é só fazer sua reserva de hospedagem em Hoteis.com e aproveitar tudo que a cidade tem de melhor.

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com