BlogHoteis.com

O que fazer em Porto, Portugal

Portugal é um dos destinos turísticos mais visitados pelos brasileiros dentro do continente europeu. Os visitantes de outras nacionalidades também já se renderam aos encantos do belo e romântico país. Segundo dados do Eurostat, autoridade estatística da União Europeia, Portugal recebeu mais de 60 milhões de turistas em 2016.

Entre os lugares mais visitados do país lusitano está a encantadora cidade do Porto, que fica localizada cerca de 300 km de distância de Lisboa, ao norte de Portugal. É a segunda maior cidade e também uma das mais antigas do país.

Situada à margem direita do Rio Douro, a paisagem desse destino turístico mescla belas construções antigas com belezas naturais, além de oferecer atrações culturais, restaurantes de alta gastronomia e excelentes hotéis.

O centro histórico, com a sua famosa muralha medieval, foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1996. Conhecer a cidade do Porto, assim como nas demais cidades de Portugal, é como viajar no tempo. Com o seu charmoso calçamento de paralelepípedos, os visitantes podem conhecer boa parte dos pontos turísticos a pé.

O que fazer em Porto

Há muito o que fazer e ver no Porto. Entre as principais atrações da cidade está o Palácio da Bolsa ou o Palácio da Associação Comercial do Porto. Com uma mistura de estilos arquitetônicos, o belíssimo edifício apresenta traços do neoclássico oitocentista, arquitetura toscana, assim como o neopaladiano inglês.

Atualmente, a construção abriga diversos eventos culturais, sociais e políticos da cidade. O destaque vai para o Salão Árabe, onde são homenageados os chefes de estado que visitam a cidade. É preciso agendar uma visita com antecedência através do site oficial.

Outro ponto que não deve faltar na sua lista é a Torre dos Clérigos, considerada a torre mais alta do país, construída pelo renomado arquiteto Nicolau Nasoni. Será preciso muito fôlego e disposição para subir os 240 degraus da torre, mas o esforço valerá a pena quando você chegar lá em cima e avistar toda a cidade. Não esqueça de tirar uma belíssima foto para o seu álbum de viagem. A torre pode ser visitada todos os dias, das 9h às 19 horas. Bem pertinho da Torre fica também a Igreja dos Clérigos e a Casa da Irmandade, igualmente abertos para a visitação.

A Igreja da Sé ou Igreja Nossa Senhora da Assunção também está localizada no centro histórico do Porto e pode ser visitada todos os dias. Nesta catedral você vai encontrar belíssimos painéis de azulejos pintados e um importante acervo de arte sacra.

Em seu interior estão as três naves onde estão localizadas as capelas como a do Santíssimo Sacramento, com altar em prata e retábulo-mor em talha de ouro. Um dos pontos altos da visita é conhecer o claustro gótico e o tesouro-museu, onde está exposta uma série de objetos de ourivesaria.

A “Capital do Norte”, como Porto é conhecida, é famosa também pelas suas pontes. Entre as mais importantes se destaca a ponte ferroviária Maria Pia, construída em 1877 e projetada pelo francês Gustave Eiffel, o mesmo que projetou a Torre Eiffel. Chique, não? Só saber desta informação chama a atenção dos turistas para esta atração na região.

Outra construção bem conhecida é a Ponte Infante Dom Henrique, também conhecida como Ponte do Infante, um dos cartões-postais do Porto. Trata-se de uma ponte rodoviária que liga o município de Vila Nova de Gaia até Porto sobre o Rio Douro.

Aliás, não deixe de visitar também a pequena Vila Nova de Gaia em sua viagem. Por lá, você vai encontrar excelentes caves do vinho do Porto, como a Sandeman, a Taylor e a Cálem. Nestes lugares você terá a oportunidade de fazer passeios guiados para aprender um pouco sobre os vinhos, seus métodos de fabricação e também degustar alguns dos melhores vinhos de Portugal.

Conheça as melhores caves de vinhos da região do Porto

Uma das paradas obrigatórias dessa viagem é visitar as melhores caves de vinho. A maioria das caves fica aberta o ano todo. Uma dica de viagem é preparar um roteiro daquelas que você pretende visitar e entrar em contato antes de embarcar para já deixar agendada a sua visita guiada.

Podemos percorrer boa parte da chamada Rota das Caves visitando apenas o município de Vila Nova de Gaia, como já foi explicado anteriormente. É possível seguir a pé ou de transporte público, como de metrô pela Linha D (amarela). A partir de estações centrais, como a Trindade, a Aliados ou a São Bento, basta pegar o metrô no sentido Santo Ovídio e descer na estação Jardim do Morro.

Chegando em cada cave você paga o valor do ingresso de acordo com o tipo de visita que deseja fazer e o número de degustações. Há desde as mais comuns, com duas provinhas no final do passeio, até as mais completas com uma variedade muito maior de tipos de vinhos servidos para a degustação. No horário marcado, o guia encontrará com o grupo e o levará para as caves.

Durante a visita guiada você ficará sabendo curiosidades sobre a história da marca e da construção em que a marca está instalada, detalhes da produção, transporte, armazenamento e envelhecimento do vinho. Será possível também conhecer os diferentes barris, de acordo com o tipo de vinho que está sendo armazenado e muito mais.

Não deixe de fora da programação as atrações mais populares da região

Algumas das atrações mais populares não fazem parte das tradicionais listas turísticas, como a Sinagoga Kadoorie, considerada a maior sinagoga da Península Ibérica e uma das maiores da Europa.

A Sinagoga Kadoorie é a sede da comunidade judaica do Porto, cujo nome oficial é Comunidade Israelita do Porto. A sua construção foi iniciada em 1929, mas somente inaugurada em 1938. O destaque do edifício é o interior, decorado com letras hebraicas, contendo passagens da Torá complementadas por decorações de estilo marroquino-sefardita. Há também um museu e uma biblioteca funcionando no mesmo prédio. É recomendável acessar o site oficial para saber informações sobre as visitas. Uma ótima dica para os turistas que podem aproveitar para passar mais alguns dias na região.

A deliciosa gastronomia portuguesa não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem. Uma boa pedida é dar uma parada no Majestic um café histórico, localizado na Rua de Santa Catarina, para provar alguns dos tradicionais doces portugueses, como o pastel de Belém, a brisa de Liz e a queijada de Évora.

Bem próximo do Café Majestic está outro ponto que deve entrar no seu roteiro turístico: o Mercado do Bolhão, um dos locais mais tradicionais da cidade. Apesar de não está lá bem cuidado, é uma boa dica para quem tem curiosidade de visitar um mercado que vende os produtos típicos da terrinha. E também de adquirir alguns produtos por um bom preço.

Para quem gosta de “bater perna” por aí, outra dica é seguir até o quarteirão das artes do Porto, formado pela Rua Miguel Bombarda e as ruas vizinhas. A região é famosa por abrigar muitas galerias de arte e lojas mais alternativas.

Se você prefere a comodidade dos shoppings centers, não vai se decepcionar com a cidade. Há tantos shoppings no Porto que fica difícil dizer qual você deve escolher. Os estabelecimentos possuem apenas lojas de marcas locais de Portugal e não marcas famosas ou de grifes. Mesmo assim dá para fazer boas compras.

Uma dica é ir até o Centro Comercial Bombarda, onde é possível adquirir peças mais alternativas, com lojas que vendem produtos vintage e artesanais.

Cidade do Porto, Portugal

Dicas para aproveitar melhor a sua viagem ao Porto

Uma excelente dica é comprar o Porto Card, que dá acesso aos transportes e também aos museus, além de descontos em outros passeios. O cartão inclui entrada liberada para as principais atrações da cidade, nos restaurantes e nos cruzeiros pelo Rio Douro e ainda possibilitar o uso ilimitado do transporte público. Prático, não?

Antes de planejar sua viagem, é muito importante saber que a região do Porto fica localizada ao norte de Portugal, que costuma fazer ser mais frio do que em Lisboa. A temperatura média no inverno é 14º. Já no verão, a temperatura média é de cerca de 25º.

Os meses mais chuvosos são novembro e dezembro e os mais frios são janeiro e fevereiro, enquanto os mais quentes são o pico do verão, junho e julho. Para fugir dos extremos, prefira ir na primavera, nos meses de maio e junho, ou no outono, em setembro e outubro.

Uma boa notícia é que cidadãos brasileiros não precisam de visto de turismo para permanência por até 90 dias em Portugal. Portanto, não perca mais tempo e comece a pesquisar agora mesmo o melhor hotel para você curtir todas essas atrações de Porto nas suas próximas férias, lembrando de todas as dicas sobre o que fazer em Porto.

Reserve agora mesmo o seu hotel em até 12x sem juros e sem IOF. Dúvidas sobre o assunto? Deixe logo abaixo nos comentários.

Hoteis.com

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com