BlogHoteis.com

Patagônia Argentina no verão: um guia sobre as cidades para visitar e o que fazer

Conhecida pelo frio intenso e paisagens de tirar o fôlego, a Patagônia Argentina tem muito mais a oferecer do que a cidade do fim do mundo ou do Glaciar Perito Moreno. Dona de vistas que parecem ter saído de um sonho,está localizada a apenas 3 horas de voo de Buenos Aires. Confira o que fazer na Patagônia Argentina no verão.

Patagônia Argentina no verão

Se você quer ver neve caindo do céu, o ideal é ir durante o inverno. Porém, exceto por Ushuaia, o sul da Patagônia Argentina não oferece muitas opções de lazer durante a estação. Nesta época do ano há poucos turistas.

Isto acontece porque a maioria dos passeios não é oferecido ou pode ser cancelado com mais facilidade, devido às condições climáticas. Além disso, não é recomendado realizar trilhas pelo excesso de gelo e pelo clima inóspito.

No inverno, como alguns residentes de El Calafate ressaltam, é mais interessante viajar para destinos como Bariloche, por exemplo. É lá que está localizada a maior estação de esqui da América Latina e há mais estrutura para as baixas temperaturas do inverno.

Por isso, uma das melhores épocas para visitar a Patagônia Argentina é de novembro a março, quando o frio não é tão extremo e os dias são mais longos – amanhecendo por volta das 05h30 e anoitecendo por volta das 22h.

Patagônia Argentina no verão
Glaciar Perito Moreno

De qualquer forma, a Patagônia Argentina oferece programas para todos os tipos de público, desde os que buscam conforto e tranquilidade até os mochileiros em busca de aventuras. Veja as minhas melhores dicas sobre quais cidades visitar e o que fazer em cada uma delas.

El Calafate

El Calafate fica a apenas 3 horas de voo de Buenos Aires. É lá que está localizado o ponto mais icônico da Patagônia Argentina: o Glaciar Perito Moreno.

A pequena cidade, com cerca de 20 mil habitantes, segundo dados de 2018, possui uma boa estrutura hoteleira e é possível locomover-se facilmente sem carro, desde que você esteja hospedado no centro.

Patagônia Argentina no verão
Glaciar Perito Moreno visto das passarelas

Lá estão localizados pequenos e charmosos restaurantes. A maioria oferece os pratos típicos da região, além de chocolate quente e deliciosas iguarias tradicionais da Patagônia para levar para casa.

  • Glaciar Perito Moreno

O Glaciar Perito Moreno está localizado a apenas 80 km do centro da cidade, o que é pouco, se considerarmos a enorme extensão de terra da região.

É lá que você terá a oportunidade de fazer trekking sobre geleira e também visitar as passarelas, enquanto observa atentamente os famosos desprendimentos de gelo.

Patagônia Argentina no verão
Trekking no Perito Moreno

Para o trekking, é necessário contratar um passeio – nós fechamos com a Hyelo y Aventura. Mas nas passarelas é possível chegar de carro.

  • Lago Argentino e Laguna Nimez

El Calafate, no entanto, vai além do Perito Moreno. Ela tem uma vista privilegiada para o Lago Argentino. O lago é uma atração por si só, com suas águas de um azul claro e intenso.

Ao seu redor, em algumas partes, forma-se uma espécie de praia com cascalho. Na altura da Reserva Laguna Nimez, é possível relaxar nas pedras e curtir o lago com as montanhas e seus picos de neve ao fundo.

A Reserva Laguna Nimez, por sua vez, é um passeio tranquilo e gostoso, onde é possível observar os flamingos e diversas outras aves em meio à natureza.

Patagônia Argentina no verão
Flamingos na Laguna Nimez
  • Outros passeios em El Calafate

Outro ponto interessante de El Calafate é que de lá saem diversas excursões de um dia para outros pontos turísticos da cidade, como a Estância Cristina e Glaciar Upsala, e também para fora dela, como excursões para El Chaltén ou para a Patagônia Chilena.

Ushuaia

Uma das cidades mais famosas do sul da Patagônia Argentina é Ushuaia, também conhecida como a “cidade do fim do mundo”. É possível chegar até lá de carro ou de avião, já que a cidade possui um aeroporto internacional.

Ushuaia é também uma das cidades mais sofisticadas e desenvolvidas da região sul, além de ser a que parece mais turística de todas.

Patagônia Argentina no verão
Ushuaia Farol Beagle

A capital da Tierra del Fuego possui cerca de 50 mil habitantes e os restaurantes mais refinados e caros que encontramos na Patagônia Argentina. A cidade tem prédios e muito mais lojas e restaurantes do que El Calafate, por exemplo.

Apesar de ser um pouco maior do que a cidade que abriga o Glaciar Perito Moreno, a maioria dos restaurantes e do comércio está centralizada. Portanto, é fácil locomover-se pela cidade a pé mesmo.

Uma dica: não deixe de carimbar seu passaporte no centro de informações turísticas da cidade.

Patagônia Argentina no verão
Carimbo Ushuaia fim do mundo
  • Compras em Ushuaia

Um ponto legal das lojas de Ushuaia é que elas não cobram imposto, então, compensa levar um dinheiro extra para eventuais compras. Os perfumes, por exemplo, nas Duty Frees da cidade, custam metade do que custam nos aeroportos.

  • Navegação pelo Canal Beagle e visitação à ilha dos pinguins

O mais incrível de tudo, obviamente, são os passeios. O mais famoso da região é a navegação pelo Canal Beagle, onde é possível avistar leões marinhos e outras aves, e a visita à Isla Martillo, para ver os pinguins e caminhar entre eles.

Esta é, sem dúvidas, uma experiência inesquecível. Ver animais tão fofinhos, tão de perto e poder observá-los em seu habitat natural não tem preço. Existem diversas empresas que oferecem o tour. Nós fechamos com a Piratour e eu não poderia recomendar mais.

A ida até a Estância Harberton foi feita numa tranquila navegação pelo Canal Beagle, vendo lobos marinhos e outros pássaros da região.

Patagônia Argentina no verão
Leões Marinhos no Passeio em Ushuaia

Já a volta foi em um veículo 4×4, onde pudemos aprender mais sobre a vegetação, passar por lindas paisagens e parar para observar as famosas lengas, árvores típicas da região.

  • Trem do fim do mundo

Outro programa tradicional na cidade é o passeio a bordo do “trem do fim do mundo”. O trem, que antes transportava presidiários, agora leva turistas para conhecer mais da paisagem da região. Ao longo do trajeto é possível observar florestas, rios e cachoeiras que pertencem ao Parque Nacional Los Glaciares.

  • Outros passeios em Ushuaia

Além dos passeios mais tradicionais, é possível aventurar-se de caiaque, helicóptero ou realizar uma das diversas trilhas pelo Parque Nacional Los Glaciares. O que não falta na cidade é opção para se divertir.

El Chaltén

El Chaltén é o tipo de cidade em que você não aproveita apenas o destino, mas também o caminho. Como não há aeroporto, o trajeto para chegar até ela é feito por uma estrada de asfalto, em perfeitas condições, que liga El Calafate a El Chaltén.

Patagônia Argentina no verão
Estrada de El Calafate para El Chaltén

São cerca de 3 horas de viagem de carro, mas são 3 horas de puro êxtase – e incontáveis paradas para apreciar as paisagens exuberantes da Patagônia Argentina.

Em meio a montanhas áridas e rios serpenteantes, você se delicia enquanto dirige entre cenas que parecem saídas de um filme, avistando guanacos e lebres de vez em quando.

Patagônia Argentina no verão
Estrada El Calafate El Chaltén

Em algum momento, as montanhas de rocha e terra são substituídas por picos nevados que começam a despontar no horizonte e, se você tiver sorte com o tempo, poderá ver o Fitz Roy, a montanha mais imponente da região, logo à sua frente, enquanto costeia o Lago Viedma – tão azul e reluzente quanto o Lago Argentino.

Após o trajeto de cerca de 215 km, você enxergará o primeiro e único posto de combustível do trajeto, um container. A cidade está logo ali.

El Chaltén é pequena – a mais jovem cidade da Argentina, fundada em 1985 – e possui cerca de 500 habitantes fixos (que vivem lá durante todo o ano). Porém, engana-se quem acha que ela não tem muito a oferecer. Lá existem diversos restaurantes com comidas deliciosas, tão boas quanto as de El Calafate.

Patagônia Argentina no verão
Mochileiros de bicicleta no caminho de El Calafate para El Chaltén

Como a cidade é muito famosa por suas trilhas, a vibe de lá é outra. Um pessoal totalmente despreocupado, alternativo e saudável, em sua maioria mochileiros.

Ao sentar-se em um restaurante ou na praça da cidade, você pode ver, o tempo todo, pessoas de todas as idades com mochilas nas costas, indo e vindo. E é justamente por isto que El Chaltén é a minha cidade favorita da Patagônia Argentina.

  • Trilhas em El Chaltén

O turismo da cidade é, essencialmente, baseado em trilhas e passeios a pé. É  por isto, inclusive, que a cidade foi fundada, para servir como base para as pessoas que iam até lá realizar tais percursos.

De lá, existem diversas trilhas com vários níveis de dificuldade, que não precisam de guias. São, ao todo, mais de 10! Entre elas, a mais emblemática e que atrai visitantes do mundo todo é a de Laguna de los Tres, por meio da qual você chega até a base do Fitz Roy.

Patagônia Argentina no verão
Fitz Roy El Chaltén Laguna de los Tres

Enganam-se, porém, aqueles que pensam que a cidade não é para os sedentários. Além das trilhas curtas e de baixa dificuldade, é possível também visitar alguns lugares de carro. Sem precisar fazer muito esforço físico, é possível visitar pontos turísticos lindos, como o Chorrillo del Salto e o Lago del Desierto.

Gastronomia na Patagônia Argentina

A gastronomia na Patagônia Argentina é uma delícia e varia um pouco de acordo com a cidade.

Gastronomia em Ushuaia

Ushuaia possui muitos frutos do mar no cardápio, já que fica localizada na costa. Entre os principais pratos, há peixes de águas frias, como truta ou mexilhões.

Nós jantamos pratos deliciosos no María Lola, que tem uma vista linda para o porto e uma igrejinha colorida. Além da comida e dos vinhos deliciosos, o restaurante serve cervejas produzidas ali mesmo na cidade.

Patagônia Argentina no verão
Truta com lasanha de vegetais do Maria Lola, em Ushuaia

Foi em Ushuaia também que encontramos um dos mais bem servidos cafés da manhã de toda a viagem.

No Tante Sara Pastelería & Confitería, pedimos espécies de combos para o desayuno, com croissants – as medialunas –, pães torrados com geléia e cream cheese, ovos mexidos, iogurte, salada de frutas e cereais, além de cafés e sucos por menos de mil pesos para 4 pessoas.

Patagônia Argentina no verão
Café da manhã no Tante Sara, em Ushuaia

Fora a comida típica da região, há também inúmeras opções de lanches rápidos – e não muito tradicionais – como hambúrgueres e pizzas.

Gastronomia em El Calafate

Já El Calafate, por estar localizada no interior, tem os menus, em sua maioria, baseados em animais criados na região, como a carne de cordeiro ou de guanaco. Lá, estas carnes são servidas de diversas formas, desde ensopados até hambúrgueres.

No restaurante Mako, é possível encontrar hambúrgueres deliciosos feitos com diversos tipos de carne, incluindo guanaco e cordeiro.

Patagônia Argentina no verão
Carne de cordeiro ensopada com batatas

O melhor de tudo é que, do outro lado da rua, há uma pequena porta dividida entre a Ovejitas, que vende deliciosos chocolates de diversos tipos, e a Acuarela, que tem sorvetes artesanais maravilhosos e cremosos!

No geral, há diversas opções para escolher, desde pizzas até carne de cordeiro. A maioria está concentrada na Avenida del Libertador. É só caminhar por ela e escolher seu lugar favorito.

É em El Calafate também que você encontrará diversos doces e sobremesas, feitos com o fruto que deu nome à cidade, o calafate.

Gastronomia em El Chaltén

Apesar de ser uma cidade pequena, El Chaltén possui diversas opções de restaurantes. Há as mais tradicionais, que oferecem pratos típicos da região, como carne de guanaco e de cordeiro, mas também há opções de pequenos lanches, alimentos saudáveis e até mesmo opções veganas.

Existem restaurantes que preparam “marmitas” saudáveis para viagem, para levar nas trilhas ou para os acampamentos, e também servem refeições leves e menos tradicionais, para quem precisa se alimentar bem para percorrer as trilhas mais difíceis.

Entretanto, o meu restaurante favorito não é assim tão saudável nem tradicional. A Waflería é uma deliciosa opção para aqueles que tiveram um dia puxado nas trilhas e querem esquentar o coração com uma comida deliciosa.

Patagônia Argentina no verão
Nada melhor do que um waffle com doce de leite

Com diversas opções de waffles doces e salgados, existem também opções de lanches e bebidas (sucos, cafés, chás, cervejas e chocolate quente). Nada melhor do que um waffle com doce de leite para encerrar – ou começar – sua viagem pela Argentina.

E aí, está pronto para visitar a Patagônia Argentina?

Espero que tenha gostado das dicas. Se você ama viajar, assim como eu, me acompanha lá no Instagram! É lá que eu compartilho minhas viagens pelo mundo em tempo real, além de dicas sobre trabalho remoto.

Nos vemos na próxima!

Lais Schulz

Nômade digital, fotógrafa e produtora de conteúdo. Escrevo sobre temas complexos de forma simples. Tenho um blog pessoal onde compartilho dicas sobre marketing digital, redes sociais, fotografia, viagem e desenvolvimento pessoal.

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com