BlogHoteis.com

Serra Catarinense: o que fazer na região

A Serra Catarinense

A Serra Catarinense é, tradicionalmente, um destino de inverno. Mas isto não impede que seja visitada durante todo o ano. As duas cidades mais conhecidas são São Joaquim e Urubici e estão cheias de passeios para fazer.

O fato de a região serrana de Santa Catarina possuir uma estrutura mais modesta para turismo – se comparada à Serra Gaúcha – faz com que a experiência seja ainda mais incrível!

Serra Catarinense
A Serra Catarinense é um tradicional destino de inverno

A natureza é o principal destaque de uma aventura na Serra Catarinense, que pode ser encaixada em uma viagem curta de dois a três dias. Que tal colocar este cantinho na sua lista de desejos para as próximas férias ou o próximo feriado? Vem conferir as dicas!

Onde ficar na Serra Catarinense

Existem algumas opções de cidades onde hospedar-se na Serra Catarinense. Entretanto, as minhas favoritas são Urubici e São Joaquim. Vou te contar o porquê.

• São Joaquim

São Joaquim é, sem dúvidas, a cidade mais conhecida da Serra Catarinense. É na Praça Central de São Joaquim que turistas se reúnem quase todos os anos à espera da neve.

Serra Catarinense
São Joaquim é a cidade mais conhecida da Serra Catarinense

Em São Joaquim, estão localizadas as principais vinícolas da região.

A estrutura hoteleira da cidade é maior do que a de sua vizinha Urubici e a oferta de restaurantes também é mais variada. Portanto, se você está indo no inverno e vai esperar a neve chegar, pode ser uma ótima ideia se hospedar por aqui.

Serra Catarinense
Se está indo no inverno, São Joaquim pode ser um ótimo lugar para se hospedar

Confira aqui as opções de hotéis em São Joaquim!

• Urubici

Por outro lado, a vizinha Urubici não fica para trás. Apesar de ser uma cidade menor, quando comparada a São Joaquim, é a minha favorita.

Com cerca de 10 mil habitantes, a cidade é pequena e simples. Entretanto, é dona das paisagens mais lindas da região – e do meu restaurante favorito também!

Serra Catarinense
Urubici é uma cidade menor, mas tem as paisagens mais lindas da região

É em Urubici que está localizada a cascata Véu de Noiva, que costuma congelar nos dias mais extremos do inverno, a cachoeira do Avencal, a Pedra Furada e o Morro do Campestre, por exemplo, que são pontos turísticos conhecidos da região.

Se o seu destino é natureza e você quer estar próximo das principais atrações da região, Urubici é o lugar para ficar.

Serra Catarinense
Se o seu destino é a natureza, Urubici é o seu lugar

Confira aqui as opções de hotéis em Urubici!

Como chegar: subindo a serra

A aventura e as paisagens maravilhosas já começam antes mesmo de chegar ao topo da Serra Catarinense.

Se você está de carro e vai subir a serra, pode fazê-lo pelo caminho mais tradicional, o da Serra do Rio do Rastro. Com curvas sinuosas, mas com uma estrada bem estruturada, com proteções e asfalto, é o caminho mais seguro para aqueles que nunca se aventuraram pela região.

Ao chegar ao fim da subida, você será recompensado: um mirante aguarda os visitantes, com uma vista linda do caminho pelo qual você acabou de passar.

Serra Catarinense
A aventura e as paisagens maravilhosas já começam na estrada

Para os mais aventureiros, a subida pela Serra do Corvo Branco pode ser a melhor opção.

O caminho, entretanto, é mais precário. Não há proteção nem asfalto na maior parte da subida. As curvas são tão fechadas e sinuosas quanto as da Serra do Rio do Rastro e a vista é de tirar o fôlego.

Serra Catarinense
Para os mais aventureiros, indico a subida pela Serra do Corvo Branco

O que fazer na Serra Catarinense

Não importa de que lado você vem ou onde vai se hospedar. O fato é que não faltam lugares impressionantes para visitar na Serra Catarinense.

O mais incrível é que, além dos pontos turísticos, você pode se deliciar com paisagens lindas ao longo do caminho.

Serra Catarinense
Há paisagens lindas em todos os cantos

As araucárias estão por todos os lados, e o caminho que liga Urubici a São Joaquim também possui paisagens incríveis.

Além de tudo, se você visitar a região na época certa, entre fevereiro e março, é bem provável que, ao dirigir pela região, encontre macieiras cheias de maçãs, prontas para serem colhidas.

Serra Catarinense
O caminho que liga Urubici a São Joaquim tem um visual de tirar o fôlego

Mas, independentemente da época, esta é uma joia ainda pouco explorada na região. Quer descobrir o que fazer na Serra Catarinense? Então vamos lá.

• Morro da Igreja e Pedra Furada

O Morro da Igreja é um dos pontos mais famosos da Serra Catarinense. É o segundo ponto mais alto de Santa Catarina e é popular, principalmente, por sua vista de tirar o fôlego. É de lá que é possível ver um dos pontos mais famosos da Serra Catarinense, a Pedra Furada.

Serra Catarinense
Morro da Igreja, na Serra Catarinense

Vale lembrar que a região pertence ao Parque Nacional de São Joaquim e possui restrição quanto ao número de visitantes por dia. Portanto, é necessário solicitar uma autorização antes de dirigir-se ao Parque. A autorização pode ser solicitada na sede do ICMBio, no centro de Urubici.

• Parque Cascata do Avencal

O Parque Cascata do Avencal é uma propriedade privada que vale a visita. Apesar de oferecer hospedagem, quem não está hospedado no local também pode ingressar no parque, pagando uma pequena taxa.

Serra Catarinense
Parque Cascata do Avencal, na Serra Catarinense

No Parque, é possível participar das atividades oferecidas, que incluem pedalinho, cavalgada, tirolesa e até mesmo rapel.

Mesmo se você não estiver se sentindo tão aventureiro, ainda assim vale a pena visitar o parque. A Cascata do Avencal é linda por si só. Do parque, você consegue vê-la de cima ou debaixo.

Serra Catarinense
Cascata do Avencal, na Serra Catarinense

• Morro do Campestre

O Morro do Campestre é outra propriedade privada que tem uma vista linda demais. Uma pequena taxa é cobrada para a entrada no local.

Serra Catarinense
O Morro do Campestre também tem uma vista linda demais

Localizado em Urubici, do Morro do Campestre, você pode ver boa parte da cidade. É possível subir até lá de carro ou a pé, como preferir. Já aviso: a subida é íngreme, mas a vista compensa.

Serra Catarinense
Do Morro do Campestre, você pode ver boa parte da cidade

• Cascata da Barrinha

A cascata da Barrinha está localizada em Bom Jardim da Serra. É linda e de fácil acesso, fica próxima a um restaurante e você pode chegar até ela de forma gratuita.

Serra Catarinense
Cascata da Barrinha, na Serra Catarinense

Apesar de ser uma cascata relativamente pequena, ainda assim vale a visita. A vista que se tem dela, em meio às araucárias, é muito bonita, assim como a vista dela mesmo, à medida em que você se aproxima.

• Cascata Véu de Noiva

A Cascata Véu de Noiva é uma das mais famosas da região. Isto porque, além de bonita, ela pode, durante alguns dias do inverno, congelar parcialmente.

Serra Catarinense
Cascata Véu de Noiva, na Serra Catarinense

Portanto, se você estiver pela Serra Catarinense durante o inverno, recomendo que vá até a Cascata Véu de Noiva na parte da manhã. Se estiver pela região no restante do ano, recomendo que visite mesmo assim. A cachoeira é linda, independente da estação.

• Cânion da Ronda e Parque Eólico

O Cânion da Ronda é um dos meus pontos favoritos da Serra Catarinense. Ele fica próximo ao fim da subida da Serra do Rio do Rastro e pode ser uma ótima opção para iniciar o passeio – ou para finalizar.

Ele fica em uma propriedade privada e uma pequena taxa é cobrada para a entrada. O acesso se dá por uma estrada de chão, próxima à entrada do Rio do Rastro Eco Resort.

Serra Catarinense
Cânion da Ronda, na Serra Catarinense

A vista e os campos com vegetação baixa nos dão uma sensação imensa de paz. É natureza pura. Já do lado oposto ao cânion, é possível avistar o Parque Eólico da região.

Além disso, se você der sorte, como nós, é possível que veja um Graxaim do campo, mais conhecido na região como “cão do mato”. Eles costumam andar pela propriedade e se aproximam dos turistas com curiosidade.

• Degustação de vinhos

É impossível pensar em serra e não pensar em vinho. Apesar da fama das vinícolas da Serra Gaúcha, a Serra Catarinense não fica muito atrás neste quesito.

Uma das vinícolas mais famosas da região é a Vila Francionia entrada para visitação e degustação é paga e deve ser agendada pelo site da vinícola. O valor pago na entrada não é abatido na compra dos produtos. Porém, a visita vale muito a pena. A qualidade dos vinhos e espumantes é maravilhosa!

Serra Catarinense
A vinícola Villa Francioni é uma das mais famosas da região

Além disso, a vinícola em si é uma atração turística. Tudo te transporta para um universo à parte, desde o local privilegiado até os mínimos detalhes, como os vitrais e a porta de entrada, trazida de Bali especialmente para fazer parte da vinícola.

Também existem outras vinícolas, por exemplo a Monte Agudo, que oferecem experiências diferentes e deliciosas, como um piquenique em meio ao vinhedo. Já imaginou fazer um piquenique degustando um bom vinho enquanto curte aquele solzinho delicioso para se esquentar no frio da serra?

Gastronomia

Por estar localizada em uma região relativamente fria, a gastronomia da Serra Catarinense é bem típica. O pinhão, que vem das araucárias, e a carne de frescal são os pratos mais tradicionais da região.

Durante parte do ano, o pinhão está presente na maior parte dos pratos. Algumas vezes cozido com sal, outras em forma de farofa ou de um prato tradicional, chamado “paçoca de pinhão”, que leva pinhão, bacon, carne bovina e suína, além de cebola, alho e especiarias.

Outro prato tradicional e delicioso é a truta, peixe típico de regiões frias, são criadas nos lagos e rios da região.

Serra Catarinense
Outro prato tradicional e delicioso é a truta, peixe típico de regiões frias

Uma dica especial: para mim, o melhor restaurante da região é o Paradouro Santo Antônio. A truta com molho de amêndoas é deliciosa e o cheesecake que eles servem é melhor do que os que comi nos Estados Unidos! Juro de pés juntos!

E aí, te convenci a visitar a Serra Catarinense? Espero que tenha gostado das dicas. Se você ama viajar, assim como eu, me acompanha lá no Instagram! É lá que eu compartilho minhas viagens pelo mundo em tempo real, além de dicas sobre trabalho remoto.

Nos vemos na próxima!

Lais Schulz

Nômade digital, fotógrafa e produtora de conteúdo. Escrevo sobre temas complexos de forma simples. Tenho um blog pessoal onde compartilho dicas sobre marketing digital, redes sociais, fotografia, viagem e desenvolvimento pessoal.

Adicionar Comentário

Hoteis.com em todo lugar!

Siga a Hoteis.com em todas as redes sociais

Tem um blog e quer fazer uma parceria com a hoteis.com? Escreva pra gente :-)
E-mail: hoteis.com@jeffreygroup.com